Vereador denuncia que merenda escolar está sendo ‘regulada’ pelo município

Crianças estariam sendo orientadas a não repetir os pratos durante as refeições

Outro assunto que foi alvo de polêmica na sessão de ontem, foi a denúncia feita pelo vereador Jura (PT) sobre a orientação que alguns alunos da rede municipal de ensino estariam recebendo de que não podem repetir o prato. A empresa que fornece a merenda escolar para o município é a Starbene Refeições Industriais Ltda. Líder de governo, Sílvio de Carvalho (PSDB), alegou que a história é diferente.

“Fui procurado por alguns pais de que seus filhos haviam reclamado de que não poderiam mais repetir o prato durante as refeições escolares. A merenda é paga para empresa por prato pela Prefeitura”, disse.

Os pais que procuraram o vereador seriam dos bairros Vila América e Paineiras.

“Espero que a secretária da Educação não esteja sabendo disso, essa atitude é trabalhar contra os princípios humanos. O que sobra da merenda, nem o professor, nem o funcionário pode se alimentar, é descartado, vai para os porcos”.

O vereador também falou que estará formalizando o mais breve possível a denúncia. “Uma criança ser informada que não poderá repetir, e poder saborear apenas um prato. Eu acredito que a crise chegou até na merenda escolar. Temos informações conscientes de que está havendo regulação na merenda escolar de Votuporanga. Chegar a essa ponto aí já é demais”, ressaltou.

Contrapartida

O vereador Silvio de Carvalho entrou em defesa da Prefeitura, dizendo que o Prefeito Junior Marão havia ligado para ele naquele momento para explicar o assunto.

“A situação é da seguinte maneira, tem aluno que, para não enfrentar a fila duas vezes, pega dois pratos de uma vez. Questionam o pagamento duplo do prato, mas não é proibido, é permitido que ele pegue, mas que ele termine, volte, e retire outro. Agora, ele sozinho vir e se servir com dois ou três pratos de uma vez, não”, disse.

Silvio ainda falou que dentro das escolas do município há câmeras de segurança que podem provar a sua defesa.

“Ele (Jura) deveria se aprofundar mais no assunto, e vivenciar mais a denúncia”, completou. Isabela Jardinetti/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password