Vacina em cão vira briga entre ONG e pet

A diretora da ONG Patas, Silvana Carvalho, de Rio Preto, registrou ontem boletim de ocorrência contra a loja KVS Veterinários, de Mirassol, porque a empresa estaria oferecendo de porta em porta a aplicação de vacinas, sem a obrigatória presença de veterinário. Silvana afirma que na semana passada recebeu em casa visita de duas funcionárias da loja. “Elas ofereceram para vacinar meus cães. Chamei a polícia, porque nenhuma delas era veterinária. Isto é arriscado, porque uma dose errada pode matar o animal.”

O gerente da loja KVS MED Veterinários, Caio Vinicius Silva Zanão, 30 anos, desmente a versão e registrou boletim de ocorrência contra Silvana. “Ela postou no Facebook inverdades contra nossa loja e funcionárias. Elas não aplicam vacinas. Sofremos ameaças e vamos processá-la por danos morais “, diz o gerente.

Consultado pelo Diário, o veterinário Eduardo Baldão Fachini, 33 anos, de Rio Preto, diz que vacinas só podem ser aplicadas por veterinários. Técnicos podem executar o serviço, somente sob supervisão profissional. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password