Unifev, agentes e sociedade participam de oficina para criação do NEPH

Médicos, biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas e demais agentes, gestores e usuários da saúde de Votuporanga e região, estiveram reunidos na Unifev, para discutir a qualidade do atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde.

A reunião também contou com a participação de alunos e docentes de diferentes graduações da Instituição, autoridades locais e regionais, e membros do Departamento Regional de Saúde (DRS), de São José do Rio Preto.

O evento funcionou como uma espécie de oficina para a implantação do Núcleo de Educação Permanente e Humanização (NEPH) na região de Votuporanga. Paralelamente a esse projeto, a ideia é fomentar a criação de NEPHs nos próprios municípios e instituições participantes do processo, como é o caso da Unifev, Santas Casas e demais unidades de saúde.

De acordo com a diretora técnica do Centro de Desenvolvimento de Qualificação (CDQ) do DRS Rio Preto, Sônia Maria Olhas Gouvêa, os Núcleos têm o objetivo de buscar soluções para a saúde em quatro vertentes: formação profissional, atuação profissional, gestão e controle social.

“A finalidade dos NEPHs é identificar as necessidades e as dificuldades nesses quatro segmentos, para que possamos encontrar meios de melhorar a qualidade da saúde oferecida à população. Nossa missão é unir forças, entre agentes, gestores, comunidade e Instituições de Ensino Superior (IES), com o propósito de criar estratégias que consigam aumentar a resolutividade dos problemas existentes no Sistema”, informou.

Pioneira nesse processo, a Unifev, enquanto IES, já está em fase de estruturação de seu próprio Núcleo. Segundo a coordenadora do trabalho na Instituição, Profa. Ma. Valéria da Cruz Oliveira de Castro, o grupo terá a responsabilidade de repensar a formação de profissionais para a área da Saúde, propondo, inicialmente, reflexões sobre o nível de preparação dos egressos para o mercado de trabalho.

“A contribuição do Centro Universitário quanto à Educação Permanente e à Humanização da Saúde Pública está diretamente relacionada a uma avaliação do ensino-aprendizagem, a fim de identificarmos quais são as possíveis falhas na formação dos profissionais da área. Creio que a implantação de novos projetos de ensino-serviço, a exemplo do PET-Saúde, nos norteará muito nesse caminho”, citou.

A partir de agora, o grupo formado nesse primeiro encontro tem a missão de trazer para as futuras discussões outros profissionais, que também atuarão como multiplicadores desse conhecimento, em seus locais de trabalho.

A próxima reunião sobre a implantação do NEPH na região de Votuporanga já foi marcada para o dia 13 de dezembro, às 9 horas. O local do evento mantém-se o mesmo: Câmpus Centro da Unifev (Rua Pernambuco, nº 4196).

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password