Última etapa do encoleiramento de cães contra a leishmaniose começa na segunda

Começou nesta segunda-feira (13/7) a quarta e última etapa do programa de encoleiramento contra a leishmaniose. Portanto, esta é a oportunidade final para quem quiser encoleirar seu cão. O Programa de Combate à Leishmaniose Canina é desenvolvido pela Prefeitura de Votuporanga, em parceria com o Ministério da Saúde, IAL (Instituto Adolfo Lutz) e a Unifev – Centro Universitário de Votuporanga.

A ação será iniciada pela Zona Norte. Os moradores poderão procurar o Mini-hospital “Fortunata Germana Pozzobon” (que fica na Rua Antonio Serafim Queiroz, 2.395) de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h30, até o dia 17/7. No dia 15, também haverá um horário especial noturno, das 16 às 21 horas. A quarta etapa segue até o dia 29 de agosto e o encoleiramento serão feito em locais e dias diferentes (conforme programação abaixo), passando por todas as regiões da cidade.

 

O programa teve início em 2014 e previa quatro etapas para o encoleiramento, ocorrendo a cada seis meses. Na primeira etapa foram encoleirados 10 mil cães; na segunda, 6.160; e na terceira fase, que terminou em junho, foram distribuídas 6.190 coleiras. Ao final, Votuporanga será o único município a ter recebido mais de 60 mil coleiras do Ministério da Saúde e único a adotar a oferta de encoleiramento para todos os cães residentes.

 

O veterinário da Secretaria Municipal de Saúde, Dr. Élcio Sanchez Estevez Júnior diz que esta quarta etapa não será prorrogada. “Estamos adequando à programação para atender os cães residentes em todos os bairros do município, inclusive no distrito de Simonsen e Zona Rural” – esclarece o veterinário.

 

As coleiras distribuídas são à base de deltametrina 4%. “Esse dispositivo é a forma mais segura no combate à leishmaniose nos cães, pois protege o animal e, consequentemente, os seres humanos”, diz Júnior.

 

O encoleiramento de cães, juntamente com o manejo ambiental, reduziu em mais da metade a quantidade de cachorros com a doença. Em 2012, 29,7% dos cachorros testados estavam com a leishmaniose e houve 25 casos em humanos e oito óbitos. Em 2013, o índice de cães infectados caiu para 14%, 21 casos humanos e quatro mortes. Já no ano passado, o índice de animais caiu para 8%, 12 pessoas contraíram a doença e uma delas morreu. Em 2015, o índice de transmissão caiu para 0,5%, com dois casos humanos positivos e nenhum óbito.

 

PROGRAMAÇÃO:

 

Data: 13 a 17/07

Local: Mini-Hospital “Fortunata Germano Pozzobon”

Endereço: Rua Antônio Serafim Queiroz, 2.395 – Pozzobon

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 15/07, das 16 às 21 horas

 

Data: 20 a 24/07

Local: Pólo da UAB (Universidade Aberta do Brasil)

Endereço: Rua Pernambuco, 1.736 – Vila Muniz

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 22/07, das 16 às 21 horas

 

Data: 27 a 31/07

Local: Espaço Empresarial “David Mendonça Pontes”

Endereço: Avenida Prestes Maia, 1.629 – Estação

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 29/07, das 16 às 21 horas

 

Data: 3 a 7/08

Local: Praça Santa Luzia

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 05/08, das 16 às 21 horas

 

Data: 10 a 14/08

Local: Tiro de Guerra

Endereço: Rua Padre Izidoro Cordeiros Paranhos, 1.949 – Paineiras

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 21/08, das 16 às 21 horas

 

Data: 17 a 21/08 e de 24 a 28/08

Local: Praça São Bento

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 19/08, das 16 às 21 horas

 

Data: 17 a 21/08

Local: Salão Paroquial da Igreja São Cristovão

Endereço: Avenida João Gonçalves Leite, 5.742 – Jardim Alvorada

Horário: 8h às 12h30

 

Data: 24 e 25/08

Local: Distrito de Simonsen

Horário: 8h às 12h30

Atendimento Noturno: 26/08, das 16 às 21 horas

 

Data: 27 e 28/08

Local: Vila Carvalho e Bairro do Cruzeiro

Horário: 8h às 12h30

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password