Tura e Sangue Azul fazem 2º amistoso pela “paz”

As torcidas organizadas Sangue Azul de Fernandópolis e a Tura (Torcida Uniformizada Raça Alvinegra) de Votuporanga, promovem hoje o segundo “Amistoso pela paz nos estádios”. A partida, segundo os organizadores serve como confraternização entre as torcidas que são rivais nas arquibancadas, mas que fora dela, mantém a camaradagem.
A partida acontece às 9h, no Estádio Cláudio Rodante.
No primeiro jogo amistoso entre as duas torcidas uniformizadas, realizado em novembro no Estádio Municipal Plínio Marin, melhor para o Sangue Azul, que venceu a partida por 1 a 0. Sob um forte calor, a confraternização da Tura foi marcada por homenagens ao ex presidente da Associação Atlética Votuporanguense, Dorival Veroneze e o Padre Sílvio Roberto dos Santos, que ainda estava na Paróquia Santa Luzia.
Contudo, o resultado foi o que menos importou para os participantes. Apesar do placar de 1 a 0 para os visitantes, a partida foi de camaradagem e respeito mútuo entre os integrantes das organizadas de maior rivalidade da região. A intenção é promover o clássico regional e instituir relações de paz entre as torcidas adversárias.
A violência no futebol, especialmente entre torcidas organizadas, já causou 155 mortes no Brasil desde 1988. Os problemas vitimaram pessoas de 18 estados do país, a maioria formada por jovens mortos por armas de fogo. São Paulo é o estado mais afetado, com 32 mortes, seguido pelo Rio de Janeiro, com 19 óbitos registrados.
Para o presidente da TURA, André Figueiredo, o objetivo desta partida, além de retribuir a visita dos fernandopolenses em Votuporanga é, também estreitar os laços com a torcida do time maior rival da alvinegra. “Apenas estamos simbolizando a paz nos estádios com essa partida amistosa”, ressaltou. (Jociano Garofolo – A Cidade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password