Tribunal do Júri condena “Fabinho” a 4 anos de cadeia

O Tribunal do Júri da Comarca de Votuporanga condenou na tarde desta sexta-feira, o réu Fábio Júnior Pereira dos Santos, vulgo “Fabinho”, acusado por tentativa de homicídio, a quatro anos de prisão em regime fechado.

O crime aconteceu no dia 11 de outubro de 2012, por volta das 13 horas, em um bar na rua Uruguai, na Vila Aureliano.

O réu deixou o Tribunal do Júri algemado sendo recolhido na Cadeia Pública de Votuporanga, de onde deverá ser transferido para algum presídio da região.

A defesa do acusado deverá recorrer da sentença proferida pelo juiz-presidente do Tribunal, o magistrado Jorge Canil.

O crime

Segundo o inquérito policial, Fábio tentou matar W.J.S., porém os tiros não atingiram a vítima. Posteriormente foi encontrado com o réu uma arma de fogo sem registro, marca Taurus, calibre 38, e de numeração 4218, municiado com três cápsulas intactas.

O motivo da tentativa de homicídio seria porque Fábio estava desconfiado de que a sua companheira estaria mantendo um relacionamento amoroso com W.J.S. Na data dos fatos, a vítima estava trabalhando em um bar. O denunciado então pegou o revólver e fez mira em direção da vítima. Fábio teria acionado o gatilho por duas vezes, mas o revólver não disparou, permitindo que a vítima empreendesse fuga.

Posteriormente, o acusado deixou o local com uma motocicleta, mas foi abordado pela Polícia Militar, próximo a Santa Casa. Na ocasião, os policiais surpreenderam Fábio com o revólver. O réu foi preso em flagrante e permanece encarcerado desde a data do fato.

Neste caso a defesa será composta por Cléber Costa Gonçalves dos Santos, Roberta de Castro Paula e Danilo Campos. Cléber Takashi Murakawa será o representante da promotoria pública. A vítima será representada pelo assistente da acusação Róbson Alexandre de Oliveira Santos. André Nonato O Jornal

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password