Três pessoas são assassinadas na região no fim de semana

Wellington Alessandro da Silva Furtado foi morto com tiros nas costas

O final de semana foi marcado por três assassinatos registrados na região, nas cidades de Cedral, Mira Estrela e Olímpia. Apenas em um caso, o autor do homicídio foi preso.

Em Mira Estrela, foi presa a dona de casa Maria Helena de Oliveira, de 39 anos, suspeita de assassinar a facadas o companheiro Reginaldo Soares da Silva, na noite de domingo, dia 14. Em depoimento policial, a mulher diz que vivia uma rotina de violência e que havia sido agredida antes pelo homem.

Cansada, a dona de casa foi até a cozinha para pegar a faca e desferiu os golpes no tórax da vítima. A mulher foi presa em flagrante pela Polícia Militar, depois encaminhada para a cadeia de Fernandópolis.

Esse foi o primeiro homicídio na cidade desde 2011, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública. Desde 2001, esse é o terceiro assassinato no município.

Execução

No sábado, 13, Wellington Alessandro da Silva Furtado, de 26 anos, dono de um bar, morreu baleado no bairro Jardim São Francisco, em Olímpia. De acordo com a polícia, Wellington estava abastecendo o freezer com bebidas, quando dois homens entraram no estabelecimento e atiraram contra a vítima. Os disparos acertaram as costas dele, que em seguida caiu no chão.

O comerciante foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Os criminosos fugiram e a polícia investiga as causas do crime. Ele deixa a mulher e dois filhos, de sete e cinco anos.

Resistência

Em Cedral, Wesley Silo, de 27 anos, foi morto durante uma abordagem no sábado, 13. De acordo com a PM, o suspeito teria tentado ferir um policial com uma faca. O policial revidou com um tiro. Antes, o suspeito havia sido levado para a delegacia da cidade por ter furtado uma casa. Após prestar depoimento, o homem foi liberado. Ao sair, ele procurou a vítima do furto para tirar satisfações, chegando a feri-la com uma facada no peito.

A PM novamente foi chamada e encontrou o suspeito com a faca na mão. Ele não obedeceu a ordem e foi para cima de um policial com a faca, que acabou matando a tiro o rapaz. A vítima do furto, que foi esfaqueada, foi socorrida e passa bem.

O delegado de Cedral, Adriano Nasser, vai abrir um inquérito policial para apurar as circunstâncias da morte. A PM também abrirá investigação para apurar o homicídio.

(Colaborou Rone Carvalho)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password