Transporte Cidadão: 1,8 milhão de passagens desde 2011

Programa existe desde maio de 2011 e revolucionou o sistema de transporte coletivo na cidade

O Programa Transporte Cidadão, implantado em maio de 2011 pelo prefeito Junior Marão, revolucionou o sistema de transporte coletivo na cidade. Como forma de incentivo, a Prefeitura de Votuporanga subsidia a passagem de ônibus, reduzindo o preço do bilhete para um patamar dos mais baratos do Brasil. Ao longo de sua implantação, foram emitidas cerca de 1,8 milhão de passagens pelo Transporte Cidadão, número que comprova a qualidade do serviço.

O programa foi elaborado pela administração municipal para atender a inúmeras reivindicações de melhorias no serviço por parte da população. “Nosso transporte coletivo tem qualidade indiscutível, com índice de satisfação de 98%. Toda a frota é composta por ônibus novos e seminovos e possui rampa para deficientes físicos e ar-condicionado”, disse o secretário de Trânsito, Transporte e Segurança, Antônio Alberto Casali.

Neste ano, a Prefeitura de Votuporanga trouxe ainda mais comodidade e conforto para os usuários do transporte coletivo. Os novos abrigos nos pontos de parada de ônibus começaram a ser instalados em junho. “Tínhamos 14 espaços cobertos e agora expandimos para 24. Até final do ano, pretendemos ter 34”, afirmou Casali. Os abrigos possuem informações de todas as linhas e telefones úteis de órgãos como Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Polícia Militar, Secretaria de Trânsito, entre outros.

O modelo do abrigo segue projeto elaborado pela Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança e conta com assentos, cobertura e painel para exploração comercial de empresas privadas parceiras.

Em 2013, a empresa Itamarati assumiu a concessão de transporte coletivo, melhorando ainda mais o serviço. No mesmo ano, a Itamarati levou para as ruas uma nova frota, 100% acessível para transportar cadeirantes.

O transporte coletivo é aprovado pelos usuários. A aposentada Josefa Araújo Silva, de 67 anos, usa o Transporte Cidadão três vezes por semana, na linha Santa Amélia/Pozzobon. “Os ônibus melhoraram muito com o programa”, disse.

Giseli Aparecida de Carvalho, de 32 anos, é diarista e usa a linha Paineiras. “A frota melhorou muito, mas para mim, a mudança mais significativa foi o aumento de horários”, afirmou.

O Programa

Ao todo, o município tem 10 linhas, sendo nove urbanas e uma para Simonsen. Atualmente, o valor do bilhete no trecho urbano é de R$ 2,80, porém, a Prefeitura com o subsídio da Prefeitura, os usuários do Transporte Cidadão pagam apenas R$ 1,80. Já para o Distrito de Simonsen o valor é de R$ 3 e, com o subsidio, os usuários pagam apenas R$ 2. Idosos com mais de 60 anos continuam não pagando.

O controle e contagem são feitos por sistema de bilhetagem eletrônica, por meio do “Cartão Transporte Cidadão”.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password