Tragédia em Brumadinho: 84 mortes confirmadas, 42 corpos identificados; 276 desaparecidos

Buscas chegaram ao quinto dia e têm o reforço de ajuda oferecida por Israel. Tragédia foi provocada pelo rompimento de barragem da Vale, em Minas Gerais.

Na noite desta terça-feira (29), a Defesa Civil de Minas Gerais informou que há 84 mortos e 276 desaparecidos após a tragédia provocada pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Neste quinto dia de buscas, nenhuma vítima foi encontrada com vida, afirmou o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara. Segundo ele, desde sábado (26) não são achados sobreviventes. “Nos próximos dias a possibilidade de encontrar pessoas com vida é muito pequena”, disse o porta-voz.

Participam dos trabalhos 290 militares, sendo 120 de Minas Gerais e os outros de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás e Alagoas. Em nota, os Bombeiros de Minas Gerais afirmaram que os militares israelenses também atuam na chamada “área quente”.

De acordo com Aihara, a tropa da ajuda oferecida por Israel trouxe equipamentos para mapeamento de celulares, sonares, radar que detecta o tipo de material que está no local e drones ligados a satélites para mapear a área atingida. Um dos equipamentos israelenses é capaz de encontrar pessoas com vida a 30 metros de profundidade.

O porta-voz afirmou que, nesta terça-feira, foram feitos 84 sobrevoos de helicóptero na área atingida pela lama da barragem. Segundo o tenente Aihara, nesta quarta-feira (30), os trabalhos de resgate devem começar por volta das 4h.

Mais cedo, o chefe do Estado-Maior do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, coronel Erlon Dias do Nascimento, havia afirmado que, como o volume de lama baixou bastante em alguns pontos, já é possível visualizar alguns corpos ou “segmentos de corpos”

FOTO: Reprodução | Mauro Pimentel/AFP

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password