TIRO DE GUERRA: 2.560 jovens já passaram pelo Exército

50 são selecionados por ano; os dispensados recebem Certificado de Dispensa de Incorporação

 

Em Votuporanga, 2.560 jovens já passaram pelo Tiro de Guerra. Anualmente são 700 alistados, desse total, somente 50 serão selecionados para o Tiro de Guerra.

De acordo com o subtenente Alex Sandro dos Santos Teodoro, do TG (Tiro de Guerra) de Votuporanga, o TG é um quartel diferenciado dos demais, pois o objetivo é deixar os jovens em seu município sede. Se não tivesse o TG em Votuporanga, os jovens teriam que se deslocar para Lins, a uma distância de 180 quilômetros de Votuporanga.

O serviço militar no Tiro de Guerra, que é um órgão de formação de reserva, é o local onde os jovens recebem instruções, conciliando-as com o trabalho e estudo. Os jovens entram às 6h da manhã e permanecem no quartel até às 8h. De acordo com Teodoro, “nosso objetivo é atrapalhar o menos possível a vida do jovem”.

O TG de Votuporanga que atende apenas jovens do município foi criado em 1978, sendo que o seu primeiro turno foi em janeiro deste mesmo ano.

Uma vez no Tiro de Guerra, o jovem é chamado de Atirador e deverá permanecer pelo período de nove meses participando de atividades específicas das Forças Armadas, sendo que, ao término do período o referido militar é licenciado das fileiras do Exército. Eles iniciarão no dia 1º de março e terminarão no dia 30 de novembro. Receberão instruções militares, terão aulas de civismo e cidadania, de armamento, de primeiros socorros, tecnologias sociais, entre outras atividades.

De acordo com o subtenente, no Tiro de Guerra, os jovens são ensinados a terem disciplina, ética, honra e igualdade. Eles serão aprimorados e conscientizados principalmente sobre o civismo.

Ao encerrar os serviços do TG, o jovem recebe certificado de Reservista de 2º Categoria. Em caso de guerra, são convocados para serem reservas dos soldados oficiais, ou seja, eles não sairão do Brasil, eles ficarão empregados na defesa territorial, cobrindo fronteiras, hospitais, etc., como combatentes básicos de força territorial.

De acordo com o subtenente, no Estado possuem 79 TGs, e um total de 5.500 atiradores.

 

Os 700 jovens que se alistarem para participar do Tiro de Guerra, primeiro passarão por exames médicos, psicológicos. A partir desses exames, 400 jovens saem e ficam 300. Desses 300, são dispensados 200 jovens, ou seja, ficam 100.

 

Esses 100 jovens que ficaram passarão por entrevistas que avaliarão a situação de cada um, por fim, passarão por entrevista com o subtenente, que avaliará 50 jovens com condição de participar do TG.

 

Os jovens dispensados por excesso de contingente tornam-se automaticamente parte da reserva das Forças Armadas nacionais, recebendo o Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI). Sem ele, o cidadão não consegue a emissão do passaporte para viagens ao exterior, registro com carteira assinada, matricular-se em faculdades, tomar posse em concursos públicos, candidatar-se a cargos políticos, etc.

“As regras no TG são bem rígidas, tudo é regulamentado. Os atiradores seguirão a base do exército, onde adquirirão hierarquia e também disciplina”, afirma o subtenente.

 

Campanhas

Segundo Teodoro, os jovens praticam todas as atividades no município, inclusive em projetos de ação comunitária, tais como: campanhas de doações de alimentos, campanhas de corridas, campanhas de trânsito, entre outras.

 

Eles colaboram em atividades complementares, no funcionamento de ensino profissionalizante em suas dependências e na utilização das mesmas em práticas cívicas, esportivas e sociais, em benefício da comunidade local.

 

No último dia 28 de janeiro, foi realizada no TG de Votuporanga, a cerimônia de juramento à Bandeira Nacional com 91 jovens, nascidos no ano de 1995, dispensados da prestação do serviço militar obrigatório.

 

Na ocasião os jovens colaboraram com arrecadação de alimentos idealizada pelo Tiro de Guerra e Delegacia de Serviço Militar, que nas cerimônias de dispensa do serviço militar, realizam esta campanha de caráter voluntário com o objetivo de ajudar instituições de caridade de nossa cidade.  Neste dia o Recanto Tia Marlene recebeu as doações.

 

Alistamento

 

O prazo para alistamento militar de jovens que completam 18 anos este ano começou no dia 2 de janeiro e se expira no último dia útil de junho.

 

O alistamento militar é obrigatório para todos os cidadãos que já completaram ou irão completar 18 anos em 2014, e deve ser feito na Junta de Serviço Militar, situada à Rua Minas Gerais, 3612, na área central. O horário de atendimento ao público é de segunda à sexta-feira das 8h às 16h.

 

O alistamento é feito mediante a apresentação dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento – original e xérox; duas fotos 3×4 recentes – não pode ser instantânea; xérox do comprovante de residência; xérox do atestado ou histórico escolar; RG e CPF.

 

Quem não se apresentar até a data limite pagará multa e, se convocado, prestará o Serviço Militar apenas no ano seguinte, ficando em débito com o Serviço Militar até a sua regularização. (Colaborou Paola Munhoz) – Diário de Votuporanga

 

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password