Time definido para batalha contra o Santo André

Com o retorno de Jordã, técnico Alvinegro opta por manter Victor Hugo como volante e adianta Paulinho como meia

Há três dias da decisão contra o Santo André, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Paulista, o técnico Marcelo Henrique já tem o time da Votuporanguense definido. Mais uma vez, prevalece a máxima “que é hora de deixar para os mais experientes”. Por isso, o treinador resolveu adiantar Paulinho como meia e deixar Jordã e Victor Hugo na marcação do meio campo. Douglas retorna à lateral direita no lugar de Daniel.

Na tarde de ontem, o técnico Marcelo Henrique realizou o primeiro coletivo da semana preparatório para a decisão do próximo sábado, no estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo. No time titular: Cairo; Douglas, Caio César, Paulo Henrique  e Souza; Jordã, Victor Hugo, Paulinho e Álvaro; Anderson Cavalo e Romário. Com exceção de Souza, que dará lugar a Canhoto, que retorna de contusão e volta aos treinos hoje, este é o time que Marcelo Henrique pretende sair jogando.

Precisando da vitória para seguir vivo na competição, cogitou-se a possibilidade do treinador entrar com uma formação ofensiva no 4-3-3-, com Léo ao lado de Anderson Cavalo e Romário. Entretanto, o comandante explica a sua intenção. “Mais uma vez estamos diante de um jogo decisivo e é hora de colocar os mais experientes em campo. O Paulinho e o Jordã são os dois jogadores que preenchem esse requisito, e o Vitor Hugo foi muito bem no último jogo”.

Com apenas Álvaro no setor de criação, o treinador reconheceu que a equipe vai depender de uma tarde inspirada no jogador. “Ele foi muito bem com a Ferroviária em um campo largo e com gramado em bom estado. Esperamos que ele renda o mesmo neste jogo”, analisou.

No coletivo de ontem, os titulares venceram os reservas por 2 a 0. Paulinho, em sobra de cruzamento, e Daniel, contra, marcaram. Na segunda etapa da atividade, o técnico fez algumas alterações e testou uma formação diferente. “Gostei muito da primeira parte do coletivo. A equipe ficou compacta, com boa posse de bola e uma marcação forte sem a bola”, afirmou.

Questionado como resolver a falta de gols do ataque alvinegro, que nos últimos seis jogos marcou apenas duas vezes, o treinador disse que o time joga por uma bola. “Se surgir uma chance podemos abrir o placar e garantir a vaga. Por isso é muito importante termos muita atenção na marcação. Uma vitória simples nos classifica”.

Departamento médico

Na manhã de ontem, o fisioterapeuta Danilo Lima deu um parecer sobre a situação do lateral esquerdo Canhoto. De acordo com ele, o jogador que sentiu uma dor na região da virilha antes da partida de ida contra o Santo André, estará à disposição de Marcelo Henrique para o jogo em São Bernardo do Campo. “Este é o terceiro campeonato de Canhoto no ano, então ele acabou tendo uma sobrecarga muscular. Durante estes dias fizemos um trabalho de reeducação de postura e até amanhã (hoje) ele já estará de volta ao treinamento”, afirmou.

O lateral esquerdo falou sobre a expectativa do retorno em uma partida tão decisiva. “Estou me sentindo bem e com certeza estarei em campo no próximo sábado. Foi difícil ficar de fora e não poder ajudar os companheiros em um momento tão importante. Agora é trabalhar para que possamos voltar classificados”, disse.

Adílson Bahia

Enfim acabou o imbróglio e Adílson Bahia foi reintegrado no grupo. Depois de ter sido dispensado por ter discutido com um membro da comissão técnica, a diretoria voltou atrás e aceitou o atacante de volta. No treinamento de ontem, o jogador participou da atividade normalmente. Antes, porém, ele conversou com o grupo e se desculpou pelo episódio ocorrido. Apesar de não estar entre os titulares, Bahia está relacionado para a partida contra o Santo André e começa no banco. Fábio Ferreira/A Cidade

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password