“Time acovardado”, dispara diretor da Votuporanguense

Paulo Ivaldi se revoltou com a falta de entrega dos jogadores alvinegros, que desperdiçaram a chance de prosseguir no campeonato: “Não fizeram jus ao salário que recebem”

A derrota de ontem do Clube Atlético Votuporanguense revoltou os torcedores e a diretoria do time. Um dos mais decepcionados, Paulo Ivaldi se manifestou à rádio Líder e detonou o desempenho da equipe.

 
“Um time acovardado. Não dá para admitir jogador não querer ganhar. Eles não queriam ganhar. Eu, o Marcelo e o Anderson ficamos numa ansiedade na véspera de jogo, nem dormimos. Aí meia dúzia não ajuda o companheiro. Tá errado! O futebol em Votuporanga vai ser diferente”.

 
Paulo prosseguiu nos comentários, anunciando o início das dispensas. “Vamos conversar com o Fahel, para ele selecionar os jogadores que vão atuar no domingo e os que não forem já vamos falar para ‘pegar seu bonezinho’ e ir pra casa. Eles não fizeram jus ao salário que recebem”.

 
A apatia do time foi quase palpável. A falta de determinação da equipe em buscar a vitória foi visível e isso intrigou os presentes. “Muitos do elenco podem ir embora, pois não dão valor quando tem. Parece que gostam de jogar em time bagunçado”.
O descontentamento fica mais nítido quando Ivaldi é questionado sobre as intenções da diretoria quando montou a equipe.

 

“Estou indignado. Essa história de que a gente pediu apenas para que o time se mantenha na divisão é balela. Tínhamos três objetivos traçados: o primeiro era fazer 21 pontos para não cair. Depois de alcançar a pontuação, a meta era classificar entre os oito e chegar às finais. Não entro em competição para sair derrotado”.

 
Ele continua: “Tínhamos condições de ir pra Santa Bárbara com todo mundo respeitando a gente, para buscar a classificação. Aí acontece um negócio desse. Todo mundo vem dar os parabéns pra gente, pela estrutura oferecida e pelo estádio, aí vem jogador que não está comprometido com a Votuporanguense…”.

 
Segundo Ivaldi, a montagem do elenco para a próxima temporada será mais criteriosa. “Ano que vem só virá para Votuporanga quem quiser vestir a camisa do CAV. Temos uma estrutura super elogiada e vários jogadores querendo vir para cá”.
O diretor anuncia ainda que o município recebeu um convite do coronel Suíta. “Votuporanga foi convidada para ser sede da Copa São Paulo de Futebol Junior do ano que vem”. –

Por:Fernanda Ribeiro Ishikawa – 31/03/2016 #esporte – Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password