Thiago Moraes defende pênalti nos acréscimos e garante vitória Alvinegra

O camisa 7 do Juventus comemorou o único tento de sua equipe sem nenhuma humildade diante da torcida adversária; no final, seu pênalti foi brilhantemente rebatido

Glauce Sereno
Com muita disposição, garra e comprometimento, o CAV venceu o Juventus, domingo, no Plínio Marin, dando um passo muito importante rumo ao acesso para a série A2 do Campeonato Paulista de Futebol. A partida foi disputadíssima, do primeiro ao último minuto, mas o CAV mostrou superioridade, criando sempre as melhores oportunidades de gols.

O jogo
Apesar de tanta disputa e total domínio da Alvinegra, a primeira etapa terminou empatada, sem gols.
O Juventus com um jogador a menos — já que o zagueiro Léo, depois de cometer duas faltas e receber cartão amarelo, foi expulso de campo —, assumiu a posição defensiva, explorando os contra ataques.
O primeiro gol alvinegro, embora tenha sido só aos 12 minutos da etapa complementar, pode-se dizer que começou a ser desenhado no início da partida com a contusão muscular de Victor Palito, substituído por Allan Maxuel. Este, que não entrou bem, foi trocado no intervalo por Romarinho, que fez o time subir de produção e ficar nitidamente mais objetivo, chegando ao gol numa jogada cheia de habilidade de Romarinho pela esquerda, finalizada por Brunão.
Dezoito minutos depois, Derli fez o gol de empate. E depois disso, antes de virar o placar novamente, o CAV ainda teve pelo menos 3 oportunidades claras de gol. Mas a virada veio mesmo do pé direito de Caio Cezar, que depois de uma bate e rebate dentro da área, finalizou, vencendo o goleiro André Luiz.
Já aos 49 minutos, o árbitro Alysson Fernandes Matias, na tentativa de fechar com chave de ouro sua duvidosa atuação, creditou uma penalidade máxima ao CAV. Nathan, o camisa 7 autor do Moleque Travesso, se apresentou para cobrar, mas o pênalti mal batido esbarrou na parede chamada Thiago Moraes. Sem tempo para mais nenhuma jogada, o árbitro encerrou a partida.

Caldeirão
Tanto os quase 4 mil torcedores do CAV que lotaram o Plínio Marin, quanto os jogadores buscavam muito esta vitória. Primeiro pelos pontos importantíssimos que colocaram o time na liderança do grupo 2, e também para deixar uma boa impressão para os atletas do time adversário que por meio da imprensa desdenharam da equipe local, inclusive dizendo que nem sabiam onde ficava Votuporanga.

Humildade zero
Em várias oportunidades, durante o jogo de domingo, o Plínio Marin quase desmoronou com a vibração dos torcedores, mas nem nas comemorações dos gols houve tanta emoção quanto no momento em que o pênalti cobrado pelo marrento Nathan explodiu nas luvas de Thiago Moraes. Isso porque o mesmo atleta, depois do único gol do Juventus, sem nenhuma humildade, no lugar de comemorar junto ao autor e seus colegas, preferiu debochar da apaixonada torcida Alvinegra, rente ao alambrado. Parece que a tentativa foi de imitar o craque são-paulino Luiz Fabiano, cruzando os braços e fazendo cara feia. Mas, como quem nasceu para A3 nunca será Fabuloso, a marra atravessada na garganta dos torcedores foi jogada no chão e pisoteada pelo talentoso arqueiro da Pantera.
Os melhores
O site especializado Futebol Interior destacou, neste final de semana, quatro Alvinegros para fazer parte da Seleção da Rodada. São eles: Thiago Morais, Caio César, Romarinho e o técnico Marcelo Henrique Dias.

Próximo
Domingo, 10 de maio, o CAV volta a enfrentar o Juventus, desta vez nos domínios dele, na rua Javari, pela 4ª rodada do quadrangular final. O técnico não poderá contar com Brunão que recebeu o terceiro cartão amarelo e ainda depende da recuperação de Victor Palito, com fortes dores musculares. A partida será transmitida ao vivo pela Rede Vida (canal 47).

Ficha técnica
Local: Estádio Plínio Marin – Votuporanga (SP)

Árbitro: Alysson Fernandes Matias
Assistentes: Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Ricardo Pavanelli Lanutto

Público: 3.937

Renda: R$ 47.990,00

Cartões Amarelos: Votuporanguense: Anderson Cavalo, Brunão, Willian, Danilo Costa, Tabarana
Juventus: Léo, André Luís, Lucas Pavone
Vermelhos
Juventus: Léo
CAV: Tabarana

Gols: Votuporanguense: Brunão 12′ 2T, Caio César 46′ 2T
Juventus: Derli 30′ 2T

Escalação
Votuporanguense: Thiago Morais; Afonso, Caio César, Danilo Costa e Willian; Paulo Victor(João Vitor), Paulinho, Paulo Josué e Victor Palito (Allan Maxuel e depois Romarinho); Anderson Cavalo e Brunão.
Técnico: Marcelo Henrique Dias

Juventus: André Luís; Rafael Ferro, Léo, Salinas e Lucas Pavone; Derli, Felipe Nunes, Adiel (Rodolfo) e Daniel Costa (Ataíde); Nathan e Diogo (Renato Sorisso).
Técnico: Rodrigo Santana
(Colaborou: Carlos Margiotti)/Glauce Sereno/Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password