Tetraplégico viaja amarrado em maca

Depois de a Prefeitura de Votuporanga negar a ausência de cintos de segurança nas ambulância das cidade, uma foto do tetraplégico Willian dos Santos Moraes, de 25 anos, amarrado na maca do veículo foi exibida pelo vereador André Figueiredo (SD) durante a sessão da Câmara de anteontem.

Na imagem, nota-se Moraes com as pernas dobradas e amarrado na maca, por causa da falta de cinto de segurança.

O paciente depende das ambulâncias para ir até as sessões de fisioterapia no Centro Universitário de Votuporanga (Unifev) às segundas e quintas- feiras.

Entretanto, Moraes tem reclamado de dores depois de ser transportado pelo veículo da Secretaria de Saúde, de acordo com a irmã Walquíria Moraes dos Santos, de 27 anos, que foi ouvida ontem pelo Diário. “Ele fica todo torto durante o trajeto”, disse.

O vereador contestou, em discurso, nota da Secretaria de Saúde enviada para o Diário. “A pasta disse que o paciente ia na maca com cinto e que a ambulância tinha condições de leválo. Ele não cabe no veículo. Além disso, o rapaz está amarrado no lençol”.

A assessoria de comunicação da Prefeita de Votuporanga alegou ontem, novamente, que todas as ambulâncias do município possuem maca retrátil e cinto de segurança, mas que a Secretaria irá apurar o caso.

 Andressa Aoki
andressa.aoki@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password