Temporada de acerto de contas com o leão

Com menos tempo para fazer a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014, ano-calendário 2013, em função do Carnaval, começa nesta quinta-feira, 6, a temporada de acerto de contas com o Leão.

Na região de Rio Preto, nos 72 municípios atendidos pela Delegacia da Receita Federal, a expectativa é receber 240 mil documentos, um aumento de 3,4% em relação aos 232 mil entregues em 2013. “Esse aumento na entrega de declarações se explica em função do crescimento da renda e da massa salarial”, afirma o auditor fiscal da Receita, Nobuhiro Nakazone.

E, para evitar atropelos e correria na hora da preparação da declaração, a orientação dos especialistas é a mesma de sempre: não deixar a entrega para a última hora. O prazo segue até 30 de abril. A transmissão da declaração pode ser feita a partir desta quinta-feira.

“Imprevistos podem surgir e são difíceis de serem administrados. O contribuinte não precisa correr riscos de ter de pagar multa”, afirma o contabilista Marcos Apóstolo. E, se o contribuinte tiver dificuldades e achar o processo complicado, pode procurar um profissional habilitado para ajudá-lo.

De acordo com o delegado do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Acácio Roberto de Mello, independentemente de a declaração ser completa ou simplificada, a primeira a coisa a fazer é reunir a documentação. “O contribuinte  deverá separar todos informes de rendimentos, tributáveis ou não, comprovantes de aluguéis recebidos e pagos, os recibos e notas fiscais que comprovem despesas com educação, médicos, dentistas, planos de assistência médica em seu nome, de seus dependentes e do cônjuge.”

Marcos Apóstolo orienta que seja feito um levantamento criterioso da movimentação financeira durante o ano passado. Além disso, é importante declarar o valor gasto com a reforma do imóvel, pois em caso de venda o lucro será menor e o imposto a pagar será menor. “Todos os movimentos financeiros são monitorados e cruzados com o que declaramos, dificilmente uma operação não declarada passa desapercebida pelo Fisco.”

Dúvidas

Em caso de dúvidas, o próprio programa da Receita Federal auxilia o contribuinte por meio da tecla de Ajuda ou F1. Erros e omissões podem para levar o contribuinte para a malha fina. A Delegacia tem 3,8 mil declarações nesta situação em seu banco de dados. “Se o contribuinte estiver na ficha de dependentes e acionar a tecla F1, ela trará esclarecimentos sobre este assunto”, afirma Nakazone.

Outra possibilidade é consultar o ícone de perguntas e respostas. A Receita também fez uma espécie de livro, disponível no site, com muitas informações sobre o tema. Há ainda o serviço Fale Conosco, no site, ou no plantão da Receita Federal de Rio Preto, às quintas-feiras, entre 8 horas e 12 horas, com atendimento pessoal.

PRAZO:

O período de entrega da declaração do IR vai de hoje até o dia 30 de abril

SANÇÕES:

O contribuinte que não entregar a declaração no prazo paga multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido apurado na declaração, ainda que integralmente pago. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo, de 20% do imposto sobre a renda devido.

Ainda é possível destinar

As pessoas físicas que forem declarar o IR 2014, ano-calendário 2013 com opção por dedução das tributações legais (antigo modelo completo) ainda podem destinar parte do imposto ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA).

Se o depósito na conta do Fundo não foi feito até o dia 31 de dezembro, o contribuinte pode destinar agora até 3% do imposto devido. Mas, se já houve uma destinação no fim do ano passado, o contribuinte ainda pode fazê-lo, mas deve observar o limite de 6% do total. É importante lembrar que quem tem restituição também pode destinar parte do IR ao FMDCA. No ano passado, a campanha arrecadou R$ 792 mil, apenas 10% do potencial de Rio Preto segundo projeções da Receita Federal (R$ 6 milhões). Foram beneficiadas 5,3 ml crianças e adolescentes de 22 entidades.

O contribuinte deve acessar o Portal Rio Preto (www.riopreto.sp.gov.br) e clicar no banner Destinação Solidária,que fica na página da Secretaria de Assistência Social. Em seguida, deve optar por pessoa jurídica ou física, para que seja gerado o boleto bancário. Depois do recolhimento, o boleto deve ser trocado por um recibo no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Serviço:
Se tiver dúvidas, o contribuinte pode procurar um contador, a Receita Federal, o CMDCA ( 3222-2919), a Receita Federal ou o site www.tributocidadania.org.br (Diarioweb)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password