Taubaté é denunciado e pode perder título da série A3

Campeão em cima do CAV não pagou salários e prêmios de jogadores, que acionaram sindicato; há hipótese da taça mudar de dono

 

Uma notícia caiu como uma bomba ontem, na cidade de Taubaté, no Vale do Paraíba, e dependendo do desfecho, pode afetar diretamente o Clube Atlético Votuporanguense. O time conhecido como “Burro da Central”, campeão da Série A3 do Campeonato Paulista, não pagou salários e prêmios de jogadores, que acionaram sindicato para quitar débitos. A ação pode resultar na perda de pontos e consequente-mente, na perda do título.

A notícia ganhou destaque às 17h36 de ontem no Portal Terra, em reportagem de Gabriel Francisco Ribeiro. Segundo o texto, o Taubaté foi denunciado no Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) por dívidas com jogadores. A denúncia foi feita de forma anônima pelo elenco e foi recebida pela entidade, que confirmou em contato com atletas.

De acordo com Mauro Costa, diretor de relacionamento da Sapesp, a dívida é de 70% do último salário a receber, referente ao mês de maio, e premiações por metas conquistadas, como a própria conquista do título da competição. O Taubaté foi campeão após se dar melhor nos dois jogos finais. Foi derrotado por 3 a 0 no Plínio Marin, mas se recuperou e fez 4 a 0 no Estádio Joaquinzão.

Segundo a denúncia, também há informação de não cumprimento de direitos trabalhistas, como férias e 13º. Os jogadores foram todos liberados após o fim do contrato, já que o clube preferiu não disputar a deficitária Copa Paulista. “Os jogadores denunciaram de forma anônima e confirmamos. Faltou pagar salários e prêmios, mas só podemos cobrar os salários, pois a premiação é na base da honra. Estou falando com eles para tentar solucionar amigavelmente. Eles vão me dar um prazo para pagar e vou conversar com os atletas, caso não aceitem iremos para a Justiça do Trabalho”, afirmou o diretor de relacionamentos da Sapesp, Mauro Costa.

Na denúncia feita através do site, o remetente se identificava como “elenco do Taubaté”. A situação pode se agravar caso não haja acordo entre clube e atletas: de acordo com Mauro, o sindicato pode fazer denúncia na Federação Paulista de Futebol (FPF), que acarretaria perda de três pontos do último jogo (a final contra o Votuporanguense vencida por 4 a 0), que consequentemente removeria o título da Série A3. Nem o fato da denúncia ser anônima, com temor de represálias por parte dos atletas, atrapalharia a ação.

“Não tem como atrapalhar, é obrigação do clube. Por que a gente fez isso? Para o atleta não aparecer e não ter retaliação. Nós denunciamos e a obrigação dos clubes é mostrar o pagamento”, esclareceu.

 

Taubaté admite débito 

A diretoria do Burro da Central foi avisada da denúncia no sindicato na tarde de ontem e mostrou surpresa. O presidente do clube, Hélio Marcondes Neto, admitiu que há a dívida de 70% dos salários dos jogadores e prometeu pagamento com ajuda da torcida  “Realmente há esse débito. A gente se complicou porque as últimas quatro rendas foram penhoradas por causa de dívidas de gestões passadas. A gente tem conversado com os jogadores e tentando resolver. Eu não estou sabendo da denúncia, são até jogadores que a gente queria contar no ano que vem”, comentou o mandatário, que preside o clube desde outubro último. (Com informações de Portal Terra).

Jociano Garofolo

garofolo@acidadevotuporanga.com

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password