Tapeceiro leva 3 tiros após briga de trânsito

O tapeceiro Ricardo Bonelli, 29 anos, levou três tiros depois de uma suposta briga de trânsito na noite de ontem, no Jardim Maria Lúcia, zona norte de Rio Preto. Segundo policiais militares que atenderam o caso, a vítima se envolveu numa discussão com um motociclista não identificado quando dirigia um Gol na companhia de três amigos na rua José Tebar. A briga teria acontecido porque o Gol teria fechado a moto.

À polícia, a vítima alegou que não conhecia o autor dos disparos e a violência aconteceu por causa de uma simples briga de trânsito. Depois da discussão, o piloto da moto (uma Honda Titan vermelha com selo de mototaxista) seguiu o Gol e, ao alcançá-lo, deu três disparos contra o tapeceiro e fugiu. Dois acertaram o braço e um as costas.

Bonelli foi socorrido pelos amigos e levado à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da zona norte. Depois que o deixaram no local, desapareceram. De lá, o tapeceiro foi transferido para a Santa Casa. Na tarde deste sábado, ele estava no quarto em observação. A assessoria de imprensa do hospital informou que os tiros foram de raspão. O caso foi registrado como tentativa de homicídio. Ninguém foi preso até o momento.

Em outra discussão na noite de ontem, Áurea Alves da Silva, 38, foi golpeada no braço com uma faca pelo ex-companheiro, Roberto Rodrigues da Silva, 44, pedreiro. Eles estavam em um bar e, segundo ela, a agressão teria sido por ciúmes. Após a facada, ele fugiu, e ela foi levada até o Pronto-Socorro do Jaguaré.

Outros casos
Bandidos cometeram três roubos entre a noite de sexta-feira e a manhã de hoje em Rio Preto. Em dois deles, o alvo foram estabelecimentos comerciais, e os ladrões usavam motos.

Por volta das 20h, um homem armado com uma pistola invadiu a marmitaria da churrascaria Boi Bom, na avenida Murchid Homsi, que fica do lado de fora do salão do restaurante. Esse foi o segundo assalto no local em menos de um mês. O homem aproximou-se da atendente do caixa e anunciou o assalto. Ele usava capacete preto, calça jeans e moletom cinza, e fugiu levando R$ 200 em dinheiro.

No outro caso, um homem aparentando 25 anos levou R$ 120 de uma farmácia na avenida Romeu Strazzi, no bairro Cidade Nova, quando o estabelecimento era fechado. Ele rendeu o farmacêutico usando uma arma e o obrigou a entregar o dinheiro do caixa. O bandido usava blusa de nylon preta, capacete preto e calça jeans, e fugiu em uma moto. A vítima não soube precisar o modelo da moto, nem o tipo de arma empregada na ação.
Outra vítima de roubo foi uma aposentada, abordada ao chegar em casa, no Jardim Nazareth. O ladrão fez menção de estar armado e levou a bolsa, com R$ 30 e um celular

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password