Suspeito é preso depois de jogar tinta no Palácio do Planalto

Ainda não se sabe o que motivou o ato, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (8). Funcionários foram acionados para limpar o local.

Um homem foi preso depois de jogar tinta vermelha na rampa do Palácio do Planalto, em Brasília/DF, nesta segunda-feira (8). Depois do ocorrido, funcionários da limpeza foram acionados para tirar a tinta do local.

Inicialmente, não havia informações sobre o responsável pela ação. Cerca de 40 minutos depois, no entanto, um homem não identificado apareceu em frente ao Palácio sujo de tinta vermelha gritando “genocídio”. Ele foi levado por seguranças da Presidência para dentro do prédio.

O espaço é usada por autoridades durante eventos oficiais. Ainda não se sabe o que motivou o ato.

A Secom (Secretaria Especial de Comunicação da Presidência) ainda não se manifestou sobre o episódio até a publicação desta matéria.

O material jogado na rampa já foi removido.

O GSI destacou que o Palácio do Planalto é um bem público, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O prédio também faz parte do conjunto arquitetônico de Brasília, tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

FONTE: Informações | noticias.r7.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password