Suspeito de matar companheira grávida a facadas já tinha tentado enforcar vítima 2 vezes, diz parente

Hellen Karine Carvalho, de 29 anos, foi assassinada na casa onde morava com companheiro, em Zacarias/SP. Marcelo Rodrigues, apontado pela Polícia Civil como o autor do homicídio, fugiu.

O suspeito de matar a facadas a companheira Hellen Karine Carvalho de 29 anos, que estava grávida de três meses, já tinha tentado enforcar a vítima duas vezes, segundo informou uma parente da mulher, que preferiu não ter a identidade revelada.

O crime foi registrado na madrugada de sexta-feira (16), no bairro Alto da Vista, em Zacarias/SP. Marcelo Rodrigues, apontado pela Polícia Civil como o autor do homicídio, fugiu depois de desferir os golpes. Ele ainda não foi encontrado, mas um pedido de prisão preventiva foi feito à Justiça.

De acordo com a parente da vítima, Marcelo era agressivo e usuários de drogas, mas estava tomando remédios controlados para tentar largar o vício. Hellen tinha dois filhos de um outro relacionamento, uma menina de 6 e um menino de 11 anos, que presenciaram a mãe ser agredida.

“A relação deles era péssima. A gente fica triste. Os filhos estão sofrendo muito. Me pergunto como ficarão com a situação. Ela era uma pessoa alegre, extrovertida e muito alegre”, conta.

Ainda segundo a familiar, os dois estavam juntos havia cinco meses e já tinham terminado a relação. Contudo, Hellen descobriu que estava grávida e resolveu tentar novamente, acreditando que Marcelo mudaria.

“Ele começou a ter alucinações, achando que o filho que a Hellen esperava não era dele. Depois começou a falar em bares que já tinha desferido cinco golpes em uma ex-mulher, que também estava grávida de 6 meses. A criança e a mulher sobreviveram, mas infelizmente, a Hellen não”, afirma.

Menino pediu socorro

De acordo com a parente, o filho de 11 anos da vítima viu a mãe sendo agredida, pegou a bicicleta e foi até a casa da avó, que fica a menos de um quarteirão do imóvel onde o crime foi cometido.

Como não conseguiu acordar a avó, o menino foi à delegacia de Zacarias, mas não achou ninguém e resolveu pedalar até a casa de uma tia, onde conseguiu pedir socorro.

Hellen foi encontrada esfaqueada com golpes no tórax e nos braços. Ela foi levada à Santa Casa de Buritama/SP, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

“A filha de 6 anos me falou que ele tinha feito dodói na mãe dela. A menina ainda não conseguiu entender tudo que aconteceu. Ela também correu para uma casa da vizinha, tentando pedir ajuda”, afirma a parente de Hellen.

Investigação

Em entrevista ao G1, o delegado responsável por investigar o caso afirmou que Marcelo possui passagens por furto, roubo, lesão corporal e homicídio tentado.

“A vítima tinha uma medida protetiva contra o suspeito, mas como os dois voltaram, ela expirou. Ele tem um histórico de violência doméstica”, diz Marco Antônio de Oliveira, delegado de José Bonifácio e responsável pelo expediente de Zacarias.

A quantidade de facadas que causaram a morte de Hellen ainda permanece desconhecida, mas um lado do Instituto Médico Legal (IML) irá apontar.

“O caso foi registrado como homicídio qualificado. Nós já instalamos inquérito, fizemos o pedido de prisão preventiva e estamos aguardando o juiz deferir. Assim que o juiz conceder, vamos tentar capturá-lo”, afirma o delegado.

FONTE: Informações | g1.globo

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password