Supervisor desiste de bariátrica, emagrece 45 kg e vira lutador de MMA

Rio-pretense André Barboza, de 33 anos, pesava 140 quilos há 7 meses. Supervisor de serviços treina MMA e espera, em 2015, competir.

Depois de cinco anos pesando 140 quilos, o supervisor de serviços André Barboza de Mello, 33 anos, de São José do Rio Preto (SP), cansou de sofrer com o sobrepeso e procurou uma medida radical: a cirurgia bariátrica. Mesmo com o procedimento marcado, ele continuou procurando métodos para conseguir emagrecer e encontrou no MMA a paixão pela luta. Sete meses depois, perdeu 45kg, desistiu da cirurgia e hoje prepara-se para ser um lutador.

Com 1,76m, André sempre teve um peso considerado adequado para sua altura. Por conta de problemas particulares, começou a engordar e a lutar contra a balança. Nenhum método deu certo e ele resolveu procurar a cirurgia bariátrica. “Tenho alguns amigos que fizeram a bariátrica e voltaram a ter uma vida normal. Eu então resolvi que iria fazê-la, já que estava com vários problemas por causa do peso em excesso e não gostava de academia, nunca me encaixei”, conta André.

Com a cirurgia marcada, André começou a analisar os riscos. “Além de todos os problemas que eu poderia ter, passei a perceber que, se eu me dedicasse na academia, eu teria o mesmo resultado e não me privaria de várias coisas, como seria se eu passasse pelo procedimento. Neste momento tive que decidir se me arriscava ou se eu me dedicava.

O primeiro passo da mudança teve apoio da esposa e amigos. Ele procurou uma nutricionista e eliminou do cardápio coisas que adorava consumir: refrigerante, salgadinhos industrializados, sucos de caixinha e a cerveja. “É difícil, mas quando você tem um objetivo não pensa duas vezes em abrir mão dessas guloseimas. Com a ajuda da nutricionista, eu refiz o meu cardápio e passei a comer melhor. Exclui o açúcar da minha dieta e tento diminuir ao máximo também a quantidade de sal, além de dar preferências a alimentos integrais e evito coisas industrializadas”, conta André.

Aí foi a hora de pensar no exercício. Como não se encaixava em academias tradicionais, ele foi atrás de um exercício que sempre gostou: o MMA. “Antes de eu desistir da cirurgia fui conhecer uma academia e saí de lá pensando que era isso que eu queria, percebi que poderia emagrecer fazendo um exercício que gosto e com ajuda profissional”, explica.

Vendo os resultados que teve, André acabou desistindo da cirurgia e continuou com o plano de dieta. Resultado? Perdeu 45 quilos em sete meses. “Vou ao MMA quatro vezes por semana e também faço treinos funcionais. Antes eu não conseguia andar um quarteirão, agora se eu não treinar sinto falta. Para quem não gostava de exercícios, me sinto um vitorioso”, conta.

E se engana quem pensa que o supervisor de serviços vai parar por aí. André prentende continuar a emagrecer, agora trocando gordura por músculos. Além disso, começará a disputar no circuito amador de MMA. “Eu faço treino específico para MMA, tudo que um atleta profissional faz, só que ainda em intensidade mais baixa. Ano que vem vou começar a competir, fazer luta em torneios amadores e, com isso, continuar emagrecendo. Além disso, pretendo cada vez mais me aprimorar no esporte, onde encontrei minha paixão pelos exercícios e minha saúde devolta”, finaliza. G1

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password