Secretaria confirma diminuição de feridos no trânsito

Órgão responsável pela Segurança Pública do Estado mostra que queda foi de 22,9%, entre setembro e agosto deste ano

Setembro, primeiro mês da Atividade Delegada no município, que resultou em intensa fiscalização de Votuporanga, foi o mês de 2014 com o menor número de pessoas feridas com decorrência de acidentes de trânsito. Os dados foram divulgados no balanço mensal das atividades policiais, tornando público pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Os números apontam que foram no mês de setembro, 61 lesões corporais culposas (quando não há a intenção) provocadas por acidentes de trânsito. O dado representa uma diminuição de aproximadamente 22,9% com relação ao mês anterior, agosto, quando foram 75 feridos nas ruas, rodovias e avenidas que cruzam a cidade.

Apesar de também demonstrarem queda, os números são um pouco diferentes dos apresentados no dia 6 de outubro, pelo secretário de Trânsito, Transporte e Segurança, Alberto Casali, ao lado do Capitão da PM, Édson Fávero. Na ocasião, em uma entrevista coletiva, foi mostrado que houve 93 acidentes com vítimas, contra 68 do mês anterior, ou seja, 27%.

Ainda segundo o balanço da SSP, não houve mortes no mês de setembro causadas por acidentes. Já no período de janeiro ao mês passado, foram 13 pessoas que perderam as vidas. Também não houve vítimas de homicídio doloso (quando há a intenção de matar) no trânsito em 2014.

Roubos voltam a crescer

Os dados que mostraram a natureza dos boletins de ocorrências registrados na cidade voltaram a se preocupar no quesito de roubos. Apesar de ter permanecido numa faixa considerada razoável, 10 crimes em setembro, foi maior que em agosto, com dois crimes e julho com nove. Em 2014 até o nono mês, já aconteceram 110 assaltos contra apenas 85 de todo o ano de 2013.

Setembro também bateu o recorde no ano no número de ocorrências de tráfico de entorpecentes, 17 no total. Também foi o mês que mais houve prisões, 39. Por outro lado, os homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) estão em nível baixo no município. Até então foram quatro crimes, contra oito registrados no ano passado. Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password