Sport domina São Paulo, vence em casa e volta ao G4

Surpresa do Brasileirão? Que nada! O Sport se consolida cada vez mais como realidade. Organizado defensivamente, veloz na frente e dono de um toque de bola exemplar, o Leão venceu o São Paulo por 2 a 0 neste domingo à tarde na Arena Pernambuco, provou novamente que não é “fogo de palha” e voltou a entrar no G4.

 

Com o estádio praticamente lotado, o Sport se lançou ao ataque desde o primeiro minuto e pressionou o São Paulo que, mesmo com três zagueiros, sofreu para afastar o perigo da área de Rogério Ceni. Já o Tricolor apostou as fichas em Alexandre Pato. Mas o atacante deixou a desejar e, desta vez, não foi eficiente.

Priorizando as triangulações rápidas no meio e nas duas pontas, o time da casa se impôs e abriu o caminho para vitória aos 33 minutos. Após bela tabela com André na esquerda, Marlone, livre de marcação, cruzou na área. Élber, também sozinho, não teve trabalho para empurrar a bola para fundo da rede.

Melhor na partida, o Leão ainda teve um pênalti não marcado na etapa inicial. André, um dos destaques do duelo, sofreu claramente uma duvidosa falta claramente dentro da área, mas o árbitro André Luiz de Freitas Castro assinalou que o lance ocorreu fora da área. Errou duas vezes.

Mesmo afobado na defesa e desorganizado na marcação, o São Paulo teve uma chance clara para empatar o confronto antes do intervalo. Pato recebeu a bola em velocidade, mas foi parado por Danilo Fernandes.

Assim como no primeiro tempo, o Sport foi superior na etapa final. Mas o São Paulo também melhorou e até certo ponto equilibrou a partida. Osorio abriu mão dos três zagueiros e colocou Luis Fabiano, que trouxe mais mobilidade ofensiva. Ainda assim, faltou pegada ao time paulista.

Mais bem postado em campo, o Leão soube controlar a partida com tranquilidade. Os pernambucanos arriscaram algumas jogadas ofensivas e tiveram boas oportunidades de aumentar o placar. O Tricolor, no entanto, colocou tudo a perder com as expulsões de Ganso (dois cartões amarelos por reclamação) e Luis Fabiano (um cartão amarelo por falta e outro por críticas à arbitragem).

Com dois jogadores a menos, o São Paulo, que também perdeu Osorio, também expulso por reclamação, viu o Sport dominar ainda mais o jogo nos minutos finais e sacramentar o triunfo nos acréscimos. Aos 47, Ferrugem fez o segundo gol e encerrou com chave de ouro a boa atuação do Leão.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data/Hora: 19/7/2015, às 16h
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)

Público: 41.994 pagantes
Cartões amarelos: Renê (SPO)
Cartões vermelhos: Ganso e Luis Fabiano (SAO)
GOLS: Élber, 33’/1ºT (1-0) e Ferrugem, 48’/2ºT (2-0)

SPORT: Danilo Fernandes; Samuel Xavier; Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha, 26’/2ºT), Marlone, Diego Souza (Régis, 26’/2ºT) e Élber (Ferrugem, intervalo); André. Técnico: Eduardo Baptista

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Lucão, Edson Silva (Luis Fabiano, 11’/2ºT) e Rafael Toloi; Rodrigo Caio, Thiago Mendes (Boschilia, 33’/2ºT), Hudson, Michel Bastos e PH Ganso; Centurión (Reinaldo, 18’/2ºT) e Alexandre Pato. Técnico: Juan Carlos Osorio

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password