Spavo recebe até 100 denúncias de maus-tratos por semana

No mês em que se comemora o dia de São Francisco de Assis, 4 de outubro, santo protetor dos animais, a Spavo (Sociedade Protetora dos Animais de Votuporanga) fez um balanço assustador das denúncias de maus-tratos na cidade, aproximadamente 100 atendimentos por semana.

“Por dia, são de cinco a sete ligações somente ao meu celular. Uma quantidade muito alta e que precisa acabar. Nem todas chegam a ser graves, às vezes o animal está preso a correntes, sem alimentação, sem água, nestes casos, orientamos o dono e ele muda de postura, de comportamento”, disse Leonardo Brigagão, presidente da Spavo.

Somando os telefonemas a todos os voluntários, são de 10 a 15 por dia. Somente nesta semana, mais de 10 precisaram ser recolhidos devido às más condições de cuidado. A entidade conta com aproximadamente 40 voluntários, são quatro atendendo as denúncias.

A Spavo não possui abrigo e é contra o recolhimento de animais. “Nós fazemos o trabalho de posse responsável, uma orientação para que o dono tenha cuidado e atenda as necessidades de seu bicho de estimação. Resgatamos somente em último caso e com a autorização do proprietário. Quando recolhemos, o animal é levado até o Centro de Zoonoses para exames e depois encaminhado para adoção”, explicou Leonardo.

Na tarde de ontem, a Spavo atendeu um caso de três cães que foram abandonados por seu dono. Ele tinha problemas com álcool e deixou os animais nas ruas, que precisaram ser alimentados pelos vizinhos.

“As pessoas precisam cuidar de seus animais como se estivessem cuidando de si. Devem oferecer qualidade de vida, garantindo atendimento médico-veterinário, alimentação e carinho. A posse responsável é o melhor caminho; um cão, por exemplo, vai vier com você de 12 a 15 anos e você precisa cuidar dele até o final da vida. Não abandone-o, porque isso pode acabar até em cadeia”, apela o presidente da Spavo.

Na manhã de ontem, alguns voluntários da entidade participaram da bênção aos animais, promovida pela igreja Católica na matriz Nossa Senhora Aparecida, às 9h.

Para comunicar alguma situação de maus-tratos a animais, o canal de comunicação da Spavo com a comunidade é o site: www.spavo.org .

 

Caso

Neste semana, o jornal A Cidade, mostrou na edição do dia 2 uma situação muito triste, um boletim de ocorrência de maus-tratos a animal foi registrado no bairro Vila Marin. Membros da Spavo (Sociedade Protetora Dos Animais de Votuporanga) estiveram no local. Pelo menos cinco animais viviam em uma residência daquele bairro em más condições. “Não é a primeira vez que denúncia contra esta casa chega a nós. A primeira vez não conseguimos ter acesso aos animais, o proprietário nos disse que todos estavam bem”.

O cachorro, de aproximadamente dois anos, apresentava graves ferimentos na pata dianteira esquerda e na pata traseira direita. Além dos ferimentos, era cego de um olho.

 

Marcha em defesa animal

Por ocasião das chuvas, a Spavo cancelou a marcha que realizaria na sexta-feira (4) em defesa dos animais. Esta ação aconteceu em diversas cidades do país e a intenção é manifestar a indignação com relação ao relator do Novo Código Penal, PLS 236/12, senador Pedro Taques (PDT- MT), que, segundo organizadores das marchas no Brasil, afirmou em seu relatório preliminar que baixará as penas para rinhas e maus-tratos a animais e descriminalizará as condutas de transporte inadequado, abandono e omissão de socorro, contempladas no projeto de lei que tramita no Senado.

Por outro lado, o senador diz que não propôs redução de penas para crimes contra animais.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password