Spavo vai realizar feira de adoção no dia de São Francisco de Assis

São Francisco de Assis é o protetor dos animais

Neste sábado, dia 04/10, acontece a Bênção dos Animais, na Praça da Matriz, a partir das 09h. Neste dia é comemorado o Dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. De acordo com o presidente da Spavo, Leonardo Brigagão, o evento contará com a participação da SPAVO – Sociedade Protetora Dos Animais de Votuporanga-SP que foi convidada diretamente pela Ordem Franciscana  e estará realizando Feira de Adoção com lindos filhotes de cães e gatos. Os voluntários da instituição também estarão no local realizando passeio de cães, conscientização contra abandono/maus-tratos e marcha da Defesa Animal.

A SPAVO aconselha que animais deverão estar presos (cão, gato, aves, ramsters, cavalos, coelhos, etc.). Animais agressivos deverão usar focinheira. Vale lembrar que é de responsabilidade do dono do animal limpar toda e qualquer sujeira produzida no local, portanto, é importante levar um saquinho.

“No dia estaremos recolhendo doações para os animais carentes que estão sob os cuidados da SPAVO. Pode-se doar ração para cães e gatos; remédios novos e usados; vermífugo; patês e qualquer coisa para pets nova e/ou em boa condição de uso, disse Fernandinha Garcia, coordenadora da feirinha de adoção.”

Só no ano passado a SPAVO doou através das feirinhas 319 animais que foram encaminhados para um lar. Todos eram abandonados e hoje têm família.

Conheça a história de São Francisco de Assis

Filho de comerciantes, Francisco Bernardone nasceu em Assis, na Umbria, em 1182. Embora nascido em berço de ouro, não gostava da vida de riqueza. Um dia, despojou-se de todos os bens, até das roupas que usava no momento, e passou a se dedicar aos doentes e aos pobres. Tinha vinte e cinco anos e seu gesto marcou o cristianismo. Foi considerado pelo papa Pio XI o maior imitador de Cristo em sua época. Fundou a Primeira Ordem, os conhecidos frades franciscanos, em 1209, fixando residência com seus jovens companheiros numa casa pobre e abandonada. Pregava a humildade total e absoluta e o amor aos pássaros e à natureza. Escreveu poemas lindíssimos homenageando-a, ao mesmo tempo que acolhia todos os doentes e aflitos que o procuravam.

Morreu em 4 de outubro de 1226, com quarenta e quatro anos. Dois anos depois, o papa Gregório IX o canonizou. É o padroeiro do meio ambiente e da ecologia. Por isso que no dia de sua festa é comemorado o “Dia Mundial da Natureza” e o “Dia Mundial dos Animais”.

Paola Munhoz/Votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password