Sorteio das 330 casas do Residencial Boa Vista será dia 15 de março

Ao todo, 4.844 pessoas foram selecionadas por cumprirem todos os requisitos da Caixa; evento será no Estádio Municipal “Plínio Marin”

A Prefeitura de Votuporanga agendou para o dia 15 de março o sorteio das 330 casas do Programa Minha Casa, Minha Vida do Residencial Boa Vista. O evento será nos moldes do último sorteio da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), em 2012, e será realizado no Estádio Municipal “Plínio Marin”. Os demais detalhes serão definidos em uma reunião técnica na segunda-feira (24). Ao todo, 4.844 pessoas foram selecionadas para concorrerem às casas.

A decisão foi tomada em reunião na última quinta-feira (20), na sede regional da Caixa Econômica Federal, em Rio Preto, com a participação do prefeito Junior Marão, dos secretários municipais de Desenvolvimento Urbano, Jorge Seba, e de Assistência Social, Marli Pignatari, da diretora de Habitação da Prefeitura, Tatiana Megiani, e do gerente regional da Caixa, Carlos Bronca, além dos responsáveis pela obra e toda a equipe do programa.

De acordo com decreto publicado no Diário Oficial, das 330 casas que estão sendo construídas, 88 serão destinadas às famílias do desfavelamento do Ipiranga/São Cosme, 3% para idosos e 3% para pessoas com deficiências ou cujas famílias façam parte pessoas com deficiência. As 222 unidades habitacionais restantes vão compor o Grupo Geral, que será dividido em dois subgrupos (Grupo I – representado pelos candidatos que preencham cinco a seis critérios entre os nacionais e os adicionais; Grupo II – representado pelos candidatos que preencham até quatro critérios entre os nacionais e os adicionais).

Todos selecionados comprovaram estar dentro dos critérios exigidos pela Caixa, entre eles, renda familiar de até R$ 1.600,00, residência no município há pelos menos três anos e não possuírem imóveis ou financiamento imobiliário.

Boa Vista

O Residencial Boa Vista está sendo construído próximo ao entroncamento das rodovias Euclides da Cunha e Péricles Belini. Todas as casas terão acessibilidade para pessoas com necessidades especiais de locomoção e contarão com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e lavanderia com cobertura em uma área de 42,5 m² de construção. Os lotes têm medida padrão de 180 m². A previsão é que as casas sejam entregues em agosto, durante as festividades do aniversário de Votuporanga.

Para viabilizar o empreendimento, a Prefeitura investiu mais de R$ 3,1 milhões na aquisição da área. “Somos um dos únicos municípios que investem na compra da área, é uma ação que beneficia diretamente os moradores que serão contemplados, pois em outras cidades os beneficiados têm que pagar parcelas com valores maiores por ser a empreendedora que compra o espaço onde serão construídas as casas”, afirmou Marão.

As moradias serão financiadas pela Caixa Econômica Federal em até 10 anos e as prestações subsidiadas do Governo Federal, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Todo o processo segue, rigorosamente, as exigências da Caixa Econômica Federal e Ministério das Cidades. “Como este conjunto habitacional é voltado para famílias com renda de zero a três salários mínimos as parcelas ficarão entre 25 e 80 reais por mês, variando de acordo com a comprovação de renda da família”, explicou o prefeito.

A Prefeitura está investindo no maior programa habitacional da história de Votuporanga. Ao todo, até o final de 2016, serão entregues mais duas mil casas. Entre 2009 e 2012, foram mil famílias beneficiadas. (Fotos: André Takahashi)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password