Sindicato reúne comerciários para dizer não aos domingos

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Votuporanga reuniu na manhã desta quarta-feira, uma grande parcela dos trabalhadores dos supermercados da cidade para, mais uma vez, dizer não a abertura desses estabelecimentos aos domingos na cidade.

O debate contou ainda com os diretores das duas maiores redes de supermercados da cidade – Porecatu e Santa Cruz, feirantes, microempresários, donos de pequenos estabelecimentos e vereadores de Votuporanga. Lideranças sindicais, como a presidente da entidade, Maria Augusta Caitano Marques (Lia), o assessor Jurídico do sindicato José Alberto dos Santos e comerciários foram categóricos em suas posições em manter as duas redes de supermercados da cidade fechados aos domingos.

A reunião foi convocada pelo próprio sindicato a pedido de seus associados em razão de que, segundo eles, informações dão conta que, tanto Porecatu e Santa Cruz vão retomar a abertura aos domingos. “Seremos firmes nessa posição e totalmente contrário  os supermercados abertos aos domingos. Vamos até o fim nesta questão, e para isso, provocamos este encontro”, disse Lia.

Lado a lado na mesa principal, vereadores e os proprietários dos supermercados dividiam o espaço e foram chamados pelo protocolo um a um para discorrem sobre seus pontos de vista.

O diretor-proprietário rede Porecatu, José Francisco dos Santos garantiu de que manterá a posição em não trabalhar aos domingos e apenas comentou de onde teria surgido a informação que voltaria a funcionar neste dia. “Não sei se existe boato de que vai abrir aos domingos, de onde surgiu isso, também penso na família, e além disso, a questão trabalhista, existe a carga tributária e a falta de recursos humanos para se abrir aos domingos”, enfatizou José Francisco.

O representante dos feirantes Geraldo dos Santos também pediu o apoio dos grandes empresários em manter o fechamento desses estabelecimentos aos domingos. “Queremos trabalhar, sobreviver, são apenas poucas horas aos domingos, que vale por toda a semana, disse”. A cada discurso, euforia do público formado por trabalhadores do comércio.

O assessor do deputado federal João Dado – César Camargo colocou-se à disposição da categoria e também abordou o assunto. Renato Gaspar – Supermercado Santa Cruz manteve-se firme em continuar com as lojas vazias aos domingos. “Temos uma dificuldade tremenda em encontrar mão-de-obra para trabalhar aos domingos. Da nossa parte vamos manter fechado neste dia”, disse

O presidente da Câmara – vereador Meidão Kanso estava em viagem com o prefeito Junior Marão a São Paulo, contudo, através de sua assessoria, se colocou à disposição dos comerciários nesta luta.

Ao estabelecer o acordo entre as duas maiores redes de supermercados, a intervenção foi feita por Meidão, junto ao Sindicato dos Comerciários. Demais vereadores, como José Carlos Leme de Oliveira, Serginho da Farmácia, Encarnação Manzano, Emerson Pereira e José Antônio Colinha, fizeram o uso da palavra e garantem que irão discutir o assunto quando da entrada de um projeto na Câmara Municipal, e todos colocaram-se favoráveis à reivindicação dos comerciários.

Ao final da reunião, o assessor jurídico do sindicato José Alberto dos Santos explicou que através de uma pesquisa em outras cidade já existe lei municipal regulamentando o fechamento dos supermercados aos domingos.

Diante disso, a assessoria do sindicato elaborou projeto neste sentido, estabelecendo o fechamento neste dia. Para tanto, a presidente do Sindicato e seus advogados terão uma reunião com o presidente da Câmara, Meidão, para apresentar esse projeto e protocola-lo no Legislativo. Contudo, após essa etapa, será verificada a competência da autoria deste projeto de lei, cabendo ao Executivo ou Legislativo apresenta-lo de forma legal.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password