Setembro Verde: Santa Casa explica sobre captação de órgãos

Programa entrevistou a coordenadora de enfermagem da Comissão Intra-Hospitalar de Transplante, Kelly Almeida

Este mês é comemorado Setembro Verde, campanha que incentiva a doação de órgãos. A Santa Casa de Votuporanga não perderia essa oportunidade para falar mais sobre o serviço de captação realizado na Instituição.

Desde 2012, o Hospital está habilitado a realizar estes procedimentos, levando esperança para pacientes que aguardam na fila de transplante uma chance de recuperar a saúde. O programa Dica de Saúde, veiculado nas redes sociais da Santa Casa, entrevistou a coordenadora de Enfermagem da Comissão Intra-Hospitalar de Transplante, Kelly Almeida.

Kelly explicou que atualmente a Instituição capta múltiplos órgãos (coração, rins, fígado, pulmão, pâncreas e córneas), pele e tecidos. “Após a constatação do óbito pelo médico, nossa equipe é acionada e faz abordagem familiar, solicitando a doação. Somente parentes de primeiro e segundo graus podem autorizar o procedimento, através de termo enviado pela Central de Transplante”, explicou. Ela ressaltou que inúmeras vidas são salvas com o procedimento.

A enfermeira contou a principal dificuldade encontrada. “As pessoas não comunicam a família sobre vontade de ser doador. No Brasil, existia uma lei que o interessado deixava expresso este desejo no RG, mas caiu por terra. Agora, somente os parentes podem autorizar”, disse.

Ação

Para comemorar o Setembro Verde, a equipe da Santa Casa juntamente com os alunos da Liga de Transplante (Medicina e Enfermagem) estarão na Praça Central no próximo dia 22, das 9 às 13h. “Iremos fazer abordagem, tirar dúvidas e falar do nosso serviço. Convido todos vocês”, finalizou Kelly.

0 Comentários

Deixe um Comentário

quatro × dois =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password