Série Breaking Bad leva a melhor na premiação do Emmy

Confirmando o favoritismo, Breaking Bad leva a melhor na noite de premiação do 65º Emmy, o Oscar da TV americana, e sai do Nokia Theatre, em Los Angeles, com o título de melhor série dramática de 2013.

A série, cujo último episódio vai ao ar no próximo domingo, narra a saga de um professor de química que, ao descobrir que tem câncer no pulmão decide produzir metanfetamina para juntar algum dinheiro e poder deixar uma herança para sua família, Em outras edições, Breaking Bad já havia levado prêmios de atuação (para Bryan Cranston e Aaron Paul) e de montagem, mas não havia levado ainda o prêmio principal. Neste ano, a série também levou o título de melhor atriz coadjuvante dramática para Anna Gunn.

O mais importante prêmio da TV americana também premiou as melhores séries, minisséries e filmes para TV do ano em comédia. A festa foi apresentada por Neil Patrick Harris, o Barney de How I Met Your Mother e contou com participações especiais como a de Elton John.

De volta à premiação,  entre as comédias, Modern Family levou a melhor pela quarta vez consecutiva. A série, que já abocanhou 16 prêmios desde que sua estreia em 2010, também levou o prêmio de melhor direção de série cômica, para Gail Mancuso.

Já House of Cards, que entrou para a história como a primeira série online (exibida pelo Netflix) a ser indicada a melhor série, levou apenas um prêmio, o de melhor direção para David Fincher. O diretor de O Clube da Luta e Seven – Os Sete Pecados Capitais, no entanto, não pôde comparecer à cerimônia.

E Clare Danes levou a melhor pela segunda vez seguida e levou o Emmy de melhor atriz em série dramática, por Homeland. “Obrigada. Todos os atores sabem como nós nos dedicamos a nossos roteiristas. E temos os melhores do ramo. Mas tenho que reconhecer que nossos roteiristas mais geniais, que venceu hoje, faleceu em março. Ele era uma pessoa brilhante. Pensamos nele todos os dias quando gravamos a série”, declarou a atriz, em menção a Henry Bromell, que levou o prêmio póstumo de melhor roteiro em série dramática por Homeland.

Julia Louis-Dreyfus superou a ‘maldição de Seinfield’ e levou o prêmio de melhor atriz em comédia, por Veep. A série também rendeu o prêmio de melhor ator coadjuvante para Tony Hale.
Na categoria melhor atriz coadjuvante em série dramática, Anna Gunn, ao levar a melhor por Breaking Bad,  bateu a brasileira Morena Baccarin, que concorria por Homeland. Já para melhor ator em série dramática, Jeff Daniels levou a melhor por The Newsroom. “Divido este troféu com minha mulher. Sem ela não estaria aqui. E também agradeço à HBO, um lugar fantástico para se trabalhar”, declarou o azarão da noite, que bateu um dos favoritos, o ator Kevin Spacey, que concorria por House of Cards.

In Memorian
As homenagens a James Gandolfini, o Tony Soprano, de Família Soprano, e Cory Monteith, o Finn do seriado Glee, que morreram neste ano, foram os momentos mais emocionantes da noite.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password