Sem pistas: sumiço de bebê em Birigui completa 2 meses

Continua um mistério o desaparecimento do bebê Arthur de Oliveira, que no dia 28 de novembro do ano passado, com dois meses de idade, foi levado de dentro da casa da família, no bairro João Crevelaro, em Birigui. Passados dois meses, completados na segunda-feira (28), o cenário da investigação nada mudou.

A Polícia Civil voltou a afirmar que o caso, investigado como sequestro, ainda é tratado como prioridade, mas que não há novidades que possam levar ao paradeiro do menino. Desde que foram iniciadas as investigações, a polícia realizou várias buscas em residências de Birigui e de outras cidades da região e até no aterro sanitário, mas nada foi encontrado.

“Temos algumas diligências pendentes a serem feitas, mas ainda não temos nada de concreto para dizer o que realmente aconteceu. Mas estamos empenhados em encontrar este menino, nem que ele esteja morto”, comentou o delegado Heweraldo Weber Gonçalves, preferindo manter em sigilo as pistas que possui para não prejudicar as investigações. (Folha da Região)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password