Sem chance de subir e perto da zona da degola, Lusa demite Ricardinho

Sem chances de se classificar para a segunda fase da Série A2 e ainda ameaçada de rebaixamento, a Portuguesa demitiu o técnico Ricardinho, contratado em fevereiro. Ele não resistiu à derrota para o Rio Branco, no último domingo, por 2 a 0, no Canindé.

A decisão foi de comum acordo entre o clube e o técnico. A reunião que selou a queda de Ricardinho ocorreu no começo da tarde desta segunda-feira. O responsável pelas tratativas com o treinador foi Antonio Carlos Castanheira, o vice-presidente de marketing da Lusa.

Castanheira foi incumbido de demitir o treinador já que o cargo de vice-presidente de futebol do clube está vago. No último domingo, Antonio Pinto Ribeiro, o Dunga, que exercia a função, pediu desligamento. Além de Dunga, outros três membros da diretoria de futebol entregaram os cargos.

Ricardinho iniciou sua passagem na Lusa na sexta rodada da segunda divisão estadual, com vitória sobre o Velo Clube. Desde então, foram mais três triunfos apenas. A série ruim de resultados culminou na queda do treinador.

A derrota para o Rio Branco enterrou as chances de a Portuguesa voltar para a elite do Paulista. Com 20 pontos, a equipe do Canindé não consegue mais alcançar o G-8. Pior: na 13ª posição, está a apenas três pontos da zona de rebaixamento.

Contra a degola, a Lusa volta a campo na quarta-feira, 15h, contra o Votuporanguense, fora de casa. Depois, na última rodada, joga no Canindé contra o Atlético Sorocaba, lanterna do torneio. A expectativa é que o ex-zagueiro Anderson Beraldo assuma o comando do time até o final do Paulistão.

uolesportes.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password