SEGURANÇA: Incêndio: “melhor prevenir que combater”

Afirmação é do 1º Sargento do Corpo de Bombeiros, Genesi Luiz de Barros, palestrante da noite de quarta-feira, na reunião do Conseg

O Conseg de Votuporanga realizou na última quarta-feira a reunião mensal, onde o palestrante da noite foi o primeiro sargento Genesi Luiz de Barros. O assunto foi sobre as queimadas, prevenção e combate a incêndios.
Nesta época do ano, com o clima seco, ocorre o aumento das queimadas. Isto compromete a segurança e também podem ocasionar acidentes. O sargento explicou um pouco sobre como é o combate às chamas. “O incêndio é melhor prevenir do que combater”, explica.
As principais causas de incêndios são: estiagens, descargas atmosféricas, ignição espontânea e queimadas, bem como a ação humana e as imprudências, somada às causas naturais, como raios, lixos, vidros e garrafas.

Combate
Existem várias táticas de combate: o fogo possui quatro elementos, como por exemplo, se conseguir abafar um, ele cessa. O principal é tirar o calor e o combustível.
“O extintor é só para princípios de incêndios”, afirma. Para combater, primeiro eles analisam, veem a direção do vento, cerca e não deixa espalhar. Utiliza os materiais necessários: ataques diretos – soprador, abafador, bomba; e indiretos – enxada, foice, etc. As condições meteorológicas também favorecem, tais como vento, temperatura, umidade e topografia do terreno.

Brigadas
Os municípios possuem “Brigadas”, que são pessoas voluntárias, treinadas, que ajudam no caso de incêndios. Ele afirmou que o Corpo de Bombeiros faz seu trabalho e sempre busca estratégias, mas é precisa de ajuda de todos. Uma das dificuldades é o fato de atenderem não só Votuporanga, mas também as cidades circunvizinhas, e isso necessita de uma demanda maior de equipamentos.
As Brigadas são exigências da Secretaria do Meio Ambiente e em diversos lugares elas existem atuantes junto com os bombeiros. É composta por no mínimo sete pessoas, dependendo da necessidade do município, podendo ser qualquer pessoa: integrantes da comunidade, funcionários públicos, etc.

Caminhão auto-bomba 
O Corpo de Bombeiros de Votuporanga recebeu também um caminhão auto-bomba, investimento do Governo do Estado de São Paulo. O veículo é versátil e possui um guincho resgate que consegue retirar objetos de difícil acesso. É de 4 mil litros, com bombeamento de 3 mil litros por minuto e por ter câmbio automático, reduz o tempo-resposta em até cinco minutos. Elines Ferreira de Faria/Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password