Secretário de Trânsito comemora redução de acidentes

Casos com vítimas dentro de Votuporanga diminuíram 33% no primeiro semestre do ano em comparação com 2014

O secretário de Trânsito, Transporte e Segurança de Votuporanga, Antônio Alberto Casali, esteve ontem no programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade, para fazer um balanço dos trabalhos desenvolvidos no primeiro semestre do ano. Ele destacou a redução de 33% dos acidentes com vítimas em comparação aos primeiros seis meses de 2014.

“Os acidentes com vítimas são os que mais nos preocupam, por isso essa queda é tão importante. Este é um tipo de problema que gera mais atendimentos na Santa Casa, licença no trabalho e transtornos para a família”, disse Casali.

No primeiro semestre de 2014, o município teve 557 acidentes com vítima, em 2015 foram 373 no mesmo período, 184 a menos.

No geral, contando os acidentes com e sem vítimas, a queda nos seis primeiros meses do ano foi de 26% (668 em 2015 contra 907 em 2014). Outro dado importante foi a redução em quase 50% no número de atropelamentos, que caiu de 32 ocorrências para apenas 17. Os atropelamentos são contabilizados como acidentes com vítimas.

Em 2013 foram 1024 acidentes no primeiro semestre, redução de 35% em comparação com 2015.

Para Casali, a diminuição se deve a vários fatores. “O investimento em sinalização e orientação; a campanha permanente “Trânsito Legal”, que atende a 3.500 alunos das escolas com instruções sobre o comportamento no trânsito, mensagens que são levadas pelos estudantes para os pais em casa; e, para os irredutíveis, precisamos trabalhar com o radar, que foi bastante criticado no início com a alegação de que a cidade se tornou uma indústria de multa, o que não é verdade, Votuporanga não se tornou uma indústria de multas, o município estava uma indústria de acidentes. As pessoas começaram a se conscientizar da necessidade do radar com o tempo”, disse.

O número de multas também tem caído significativamente de janeiro até o momento. “Isso mostra que o motorista está se conscientizando da necessidade de andar com mais cuidado. Tivemos também uma queda assustadoramente positiva de multas pela falta do cinto de segurança. Reduzir o uso celular ainda é mais difícil, especialmente com o advento do WhatsApp”, falou.

Todo dinheiro arrecadado com as multas é usado exclusivamente para melhorias no trânsito. “Votuporanga é hoje uma das cidades mais bem sinalizadas do estado de São Paulo”, ressaltou Casali.

De acordo com o secretário, a Atividade Delegada também somou muito à redução dos números.  “A Atividade Delegada, que começou em setembro de 2014, deu muito certo. Prova disso é que depois que ela foi implantada não houve mais nenhuma saidinha de banco, zeramos. Além disso, há fiscalização de praças, ao uso de drogas e armas. Está tudo pronto para a renovação do convênio para mais um ano de serviços na cidade”, destacou.

 

Semáforos

O Secretário de trânsito disse ainda que a quantidade de semáforos na cidade é de 43 e explicou que antes da colocação de um novo há um estudo.

Com relação ao instalado no cruzamento da Espírito Santo com a Oiapoque, ele explicou que a Espírito Santo, da Amazonas até Pernambuco, é de mão dupla, passa a ser simples. “O projeto é fechar a Pernambuco por 15 segundos para o motorista fazer o cruzamento, desta forma vamos desafogar a Itacolomi”, finalizou.

 

Leidiane Sabino

leidiane@acidadevotuporanga.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password