Secretário da Fifa volta a criticar atraso nas obras dos estádios da Copa

Uma comitiva da Fifa visitou, nesta terça-feira (22), as arenas Corinthians, em São Paulo, e da Baixada, em Curitiba. E Jerome Valcke ficou preocupado com o que viu.

O secretário-geral da Fifa olhou, pensou e deu um ultimato: a colocação da arquibancada provisória, que aumenta a capacidade da Arena Corinthians de 48 mil para 68 mil lugares, precisa terminar até o dia 10 de maio. Apesar da preocupação com a situação do estádio, o dirigente se mantém confiante.

“São Paulo vai estar pronta no último minuto, mas vai estar pronta. Agora, não há mais um minuto a perder”, disse Jerome Valcke.

Guindastes, operários trabalhando. Há 51 dias da Copa, camarotes em fase final, assentos precisam ser instalados. De positivo, o gramado, que encantou o maior artilheiro da história das Copas. “Pode nem errar passe num campo desse”, afirma Ronaldo.

A abertura da Copa começa no dia 12 de junho, na partida entre Brasil e Croácia. Para não correr riscos, foram marcados quatro eventos para testar a nova arena. O mais importante deles, o jogo do Corinthians contra o Figueirense, pela quinta rodada do Brasileiro.

Essa partida, marcada para o dia 17 de maio, será o teste definitivo. Tudo precisa funcionar como se fosse em Copa do Mundo. Serão 50 mil ingressos à venda, 18 mil pessoas a menos que na partida de abertura.

À tarde, a comitiva da Fifa foi a Curitiba visitar a Arena da Baixada. Valcke, mais uma vez, não se empolgou: “Ainda falta trabalho. Não falta pouco, já que muitos assentos não foram instalados”, afirma.

Dezesseis mil no total. A estrutura de iluminação do estádio também não está finalizada. Em Curitiba, a Fifa deu mais um ultimato: tudo precisa estar pronto até 14 de maio, data do jogo teste da Arena.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password