Secretaria descarta suspeita de chikungunya em Votuporanga

A Secretaria de Saúde de Votuporanga descartou os dois casos suspeitos de chikungunya que estavam sendo investigados em Votuporanga. No ano passado, devido à ameaça do vírus chegar à cidade, o Medico da Vigilância Epidemiológica de Votuporanga, Luciano Figueira de Paula esclareceu alguns pontos importantes sobre a doença.

O vírus chikungunya é originário de uma língua africana e quer dizer “pessoa que se dobra”. “Existem três tipos de vírus, o que se instalou no Brasil foi o asiático. O nome é referente a um dos sintomas da fase aguda, pois pode dar muita dor nas costas e a pessoa se dobrar. Então a pessoa fica como se tivesse um problema de coluna e fica com muita dor. Em 2000 a doença se instalou na Ásia, índia e em outros países da Oceania, em 2013 chegou à América, em algumas ilhas do Caribe. Agora, em 2014 começou a ter casos importados na Brasil, em Feira de Santana, na Bahia”, conta ele.

Os principais sintomas, tanto da Dengue, quanto da Febre Chikungunya são as dores no corpo e a febre alta, porém, é possível diferencia-los. “A dengue te dá uma dor no corpo exagerada, a pessoa não consegue referir onde dói, porque dói tudo. Na Febre Chikungunya existem algumas articulações que a pessoa vai te falar, como punho, mãos, tornozelos, cotovelos e joelhos. Essas são as mais afetadas”. Além desses, outros sintomas são os da dor de cabeça, ânsia, vômito, diarreia, manchas no corpo. Maíra Petruz/Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password