Secretaria da Saúde intensifica ações na região onde foram confirmados novos tipos da Dengue

Além do bloqueio já realizado, nesta semana, agentes de saúde percorrem as casas durante o dia e, à noite, terá nebulização veicular

A partir desta segunda-feira (27/11), a Secretaria da Saúde de Votuporanga intensifica as ações de combate ao mosquito transmissor da Dengue na área onde foram registrados os quatro casos do sorotipo 3 da doença, chamado de DENV3. No início do mês essa mesma área já havia recebido ações de bloqueio e pulverização com equipamento costal. Agora, a Secretaria reforçará as ações.

Durante o dia, agentes de saúde percorrem as casas para eliminação de criadouros e orientação aos moradores. E, a partir de quarta-feira (29/11), em parceria com a Sucen, haverá nebulização veicular noturna, das 18h30 às 22h.

Durante a nebulização, não é necessário que os moradores fiquem para o lado de fora de suas casas, mas que deixem portas e janelas abertas para que a fumaça entre e a ação seja eficaz. Importante é que a população proteja frutas e alimentos, comedouros e bebedouros de animais de estimação e gaiolas de pássaros.

A responsável pela Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde, Samara Fernandes, destaca a importância da ação. ” Ao recebermos a notificação dos casos suspeitos do DENV3 fizemos uma ação com orientações casa a casa e nebulização com equipamento costal em um raio de 250 metros ao redor do imóvel. No entanto, para a ação atingir o objetivo principal que é erradicar os mosquitos transmissores no interior dos imóveis, é de fundamental importância que a população abra as portas e janelas e protejam seus animais”.

Prevenção
Como medidas preventivas, a Vigilância Ambiental orienta a população a manter os cuidados permanentemente em seus domicílios, como deixar os quintais sempre limpos; verificar recipientes como garrafas, pratos de vasos de plantas e sacolas plásticas que podem acumular água; limpar calhas; tampar caixas d’agua e utilizar produtos como detergente e sabão em pó diluídos em água nos ralos internos e externos, para evitar a proliferação do vetor. É igualmente importante lavar os bebedouros dos animais frequentemente com água, bucha e sabão.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página