Se falta troco, o problema não é do cliente. O dono é quem tem de dar um jeito nisso

A conta na padaria ou no supermercado deu quebrada e, na hora do troco, o cliente recebe uma bala ou chiclete, em vez de dinheiro, ou fica sem os três ou quatro centavos que sobraram porque o caixa arredonda o valor da compra para cima. Apesar desta prática ser condenada pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), clientes de padarias e supermercados reclamam que a ocorrência é comum.

Dar troco em balas ou chicletes é uma prática ilegal, pois o consumidor vai ao estabelecimento querendo adquirir algum produto e, na hora de receber o troco, o certo é que ele receba em dinheiro para que possa comprar algum outra coisa posteriormente.

 

 

 

 

 

Produção da moeda foi reduzida a partir de 2005

Segundo o Banco Central (BC), há quase 3,2 bilhões de moedas de um centavo em circulação. No entanto, a produção foi reduzida a partir de 2005, quando um volume superior a 3 bilhões (cerca de 16 moedas per capita) foi atingido. O BC argumenta que a decisão foi tomada a partir de pesquisas feitas junto à população, na qual identificou que a moeda neste valor teve o menor índice de citação no quesito “Valores de moedas que sente falta no momento que precisa fazer um pagamento”.

Além da falta de demanda, o BC levou em consideração o custo para produção da moeda, que é de 16 centavos por unidade. Por isso, “decidiu-se pela priorização da produção de moedas das outras denominações”, informou o banco em nota. No entanto, não descarta “se o BC perceber que é necessário voltar a produzir, isto poderá ser feito”.

Para o economista Gilberto Braga, a moeda de um centavo está em escassez na economia por três razões. Primeiro, pelo hábito que pessoas têm de guardar as moedas em cofrinhos, ou esquecê-las em consoles de veículos e porta-lápis, simplesmente por as considerem incômodas.

Depois, ainda existe o custo para produzi-las, que pode ser maior que o valor delas no mercado e, por último, existe a perda do valor relativo da própria moeda, em função do aumento de preços praticados no mercado.

Fonte: 4 Cantos

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password