São Paulo cede empate ao Atlético-PR e amplia agonia no Brasileiro

Nem mesmo a promoção de ingressos e o bom público que compareceu ao Morumbi – 25.827, maior do time paulista no torneio – fizeram o São Paulo voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. O clube paulista abriu o placar nesta quinta-feira em lance polêmico no começo do duelo, mas não manteve a boa postura dos minutos iniciais e viu o Atlético-PR empatar em 1 a 1 o confronto pela 14ª rodada do Brasileiro. O resultado aumenta para 11 o número de jogos sem vencer da equipe tricolor – Paulo Autuori continua sem vitórias no comando do time pela competição nacional.

 

São Paulo não conseguiu voltar a vencer, mesmo com apoio da torcida nas arquibancadas Foto: Bruno Santos / Terra
São Paulo não conseguiu voltar a vencer, mesmo com apoio da torcida nas arquibancadas
Foto: Bruno Santos / Terra

 

 

A igualdade desta quinta-feira deixa o São Paulo estacionado na vice-lanterna, com apenas 10 pontos. Já o Atlético-PR vai a 21 pontos, em 7ª, e segue na cola do G-4. Na próxima rodada, o time tricolor visita o Flamengo, no domingo, às 16h (de Brasília), enquanto o clube paranaense recebe o Criciúma no mesmo dia, mas mais tarde, às 18h30.

 

O São Paulo começou o duelo com o objetivo de tentar manter a posse de bola, mas logo aos 2min tomou um susto: João Paulo chutou de longe e a bola passou perto do gol de Rogério. Apesar da chance atleticana, a equipe do Morumbi era melhor no início e se aproximava mais do gol. O time tricolor conseguiu abriu o placar aos 17min em lance polêmico: Rodrigo Caio cabeceou para o gol após cobrança de falta, mas Aloísio, em impedimento, tentou completar antes da bola entrar. Para o árbitro, entretanto, o atacante não tocou na bola.

 

Depois do gol, o clube paulista diminuiu o ímpeto e viu o Atlético-PR crescer na partida. Aos 36min, o time tricolor quase tomou o empate: Rogério Ceni se adiantou para tentar cortar lançamento, mas se complicou e caiu com o atacante Marcelo. Dellatorre pegou a sobra e acertou o travessão do goleiro. No minuto seguinte, no entanto, Rafael Tolói cometeu pênalti infantil em Marcelo. Na cobrança, Paulo Baier chutou firme para deixar tudo igual antes do intervalo.

 

Na volta para a etapa final, o duelo ganhou em emoção, com ambas as equipes em busca do segundo gol. Enquanto o São Paulo mostrava desespero e errava muito na criação, o time paranaense apresentava mais confiança e chegava com mais perigo ao gol de Rogério Ceni, que tinha que se virar para manter a igualdade no placar.​

O duelo continuou animado nos minutos finais, quando o São Paulo se jogou mais ao ataque, mas por outro lado permitia o contra-ataque para o clube paranaense. Com o jogo aberto, ambos os goleiros tiveram que trabalhar para deixar o placar igual ao fim do confronto.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password