Santos desencanta e vence o Cruzeiro por 4 a 2 na Vila Belmiro

O Santos voltou a dar alegrias para a sua torcida, ao bater o Cruzeiro, por 4 a 2, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Victor Andrade e Bill marcaram pela primeira vez com a camisa da equipe – o jovem é cria das categorias de base do clube -, além de Felipe Anderson e Durval. Borges e Ceará descontaram para os visitantes.

Com o resultado, o Peixe subiu momentaneamente para a 14° colocação, com 16 pontos. Já a Raposa permanece no oitavo lugar, com 23 pontos ganhos.

Alvinegro Praiano volta a campo diante do Atlético-GO, sábado, a partir das 18h30 (horário de Brasília), no Pacaembu. No mesmo dia e horário, os mineiros visitam o Bahia, em Pituaçu.

jogo – O Santos começou a partida levando perigo ao gol do Cruzeiro. Adriano, aos três minutos, assustou os visitantes ao exigir boa defesa de Fábio, em cobrança de falta. O chute do volante foi a meia altura e o goleiro da Raposa teve que se esticar para mandar a bola para escanteio.

Nos minutos seguintes, as duas equipes se apresentarem bastante cautelosas em campo. A situação só mudou aos 21, quando o Peixe conseguiu chegar ao seu primeiro gol. Felipe Anderson recebeu a bola fora da área e, de média distância, soltou a bomba. O arremate ainda foi desviado por Fábio, mas não o suficiente para evitar que a bola balançasse as redes: 1 a 0 para os santistas.

Os mineiros não levaram muito tempo para responder e logo chegaram ao empate. Com 29, Borges aproveitou desvio do zagueiro Léo, após cobrança de falta do lateral Ceará, e fuzilou Aranha, para deixar tudo igual no placar.

Porém, assim como o troco do Cruzeiro não demorou, o segundo gol alvinegro também não. Aos 31, Leandrinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Victor Andrade, de carrinho, empurrar para o gol vazio, recolocando o Santos na frente no marcador. Esse foi o primeiro gol do jovem atacante, de 16 anos, como profissional.

Com apenas 16 anos de idade, Victor Andrade marcou seu primeiro gol pela equipe profissional do Santos

Melhor em campo, principalmente com as arrancadas de Leandrinho, Felipe Anderson e Victor Andrade, o Peixe tentou fazer o seu terceiro gol antes do intervalo, só que o placar permaneceu inalterado até o fim do primeiro tempo.

Para a etapa complementar, a Raposa voltou com duas alterações. Charles no lugar de Sandro Silva e Élber na vaga de Wallyson.

As modificações do técnico Celso Roth deram resultado e, aos cinco, os visitantes chegaram ao empate. Mal colocado, Aranha foi surpreendido por Ceará, em cobrança de falta, acertando o ângulo direito do camisa 1 santista: 2 a 2.

No entanto, o Alvinegro Praiano voltou ao ataque e, minutos depois, voltou a comandar o marcador. Aos 14, Felipe Anderson cobrou falta pela esquerda, Fábio soltou para dentro da área e, após bate e rebate, o zagueiro Durval empurrou para o fundo das redes, no terceiro gol do Santos.

Em desvantagem, o Cruzeiro passou a se expor mais e assustou Aranha, aos 28. Diego Renan fez o passe, a zaga santista rebateu e Borges fez o chute, mas mandou a bola por cima do gol.

Só que a pressão mineira não surtiu o efeito desejado, porque o Santos logo definiu o confronto. Aos 32, João Pedro acionou Bruno Peres pela direita e o lateral tocou para Bill, livre de marcação, apenas escorar para o gol vazio: 4 a 2 para o Peixe, que tratou apenas de administrar o resultado nos minutos seguintes.

O atacante Élber simulou um pênalti e, aos 46, foi expulso pela arbitragem, pois já tinha cartão amarelo, no último lance do duelo. (gazeta esportiva)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password