Santa Casa: unidade de pesquisa clínica é referência para continente americano

Método de recrutamento de pacientes para protocolo de diabetes infantil foi elogiado em reuniões de estudo no Panamá

 

A Unidade de Pesquisa Clínica da Santa Casa de Votuporanga (UNIPEC) existe desde 2008, e é reconhecida pelo trabalho desenvolvido dentro da pesquisa clínica no Brasil e no exterior. Prova disso, foi a reunião realizada no Panamá recentemente que enalteceu o trabalho desenvolvido, colocando a Instituição como modelo a ser seguido.

 

O médico investigador da Unidade, Dr. Mauro Esteves Hernandes, e a farmacêutica Elen Cristiane Bucalon, estiveram no encontro, explanando sobre atuação da UNIPEC no estudo clínico sobre Diabetes tipo 2 em crianças e adolescentes. “Apresentamos nosso processo de recrutamento de pacientes para o protocolo. O nosso método foi elogiado e será utilizado em todo o continente americano. Eles enxergaram o que está sendo feito em Votuporanga e quiseram reproduzir, comprovando toda nossa qualidade”, afirmou dr. Mauro.

 

A Unidade contratou uma pessoa, que ficou responsável pela seleção de crianças e adolescentes. “Marcela Naime percorreu unidades de saúde, consultórios em Votuporanga e demais cidades vizinhas em busca de pacientes. Esta forma de abordagem foi o que chamou a atenção dos demais países participantes na pesquisa, que ficaram impressionados com a atuação. A profissional, inclusive, terá oportunidade de contratação pelo Estados Unidos para continuar desenvolvendo esse trabalho aqui”, complementou.

 

O estudo visa descobrir se o medicamento em investigação para Diabetes tipo 2 funciona de maneira segura e eficaz no controle dos níveis glicêmicos em crianças e adolescentes. Para participação no estudo é necessário preencher critérios de inclusão e exclusão; como por exemplo, não ter tomado medicamentos orais para diabetes nas últimas 12 semanas. “Por isso, esta forma de recrutamento foi tão necessário, uma vez que não é tão simples encontrar crianças e adolescentes que estão dentro dos critérios estipulados pelo estudo”, afirmou a farmacêutica Elen.

 
Elen destacou que reuniões de estudo são fundamentais para as trocas de informações. “É uma pesquisa multicêntrica, que envolve vários países. Estas participações são importantes para trocarmos experiências relacionadas aos assuntos que envolvem a pesquisa clínica como protocolos e estratégias de recrutamento de paciente e retenção. Além disso, nos oferece possibilidade de novos estudos”, afirmou.

 

A Pesquisa Clínica da Santa Casa participa de estudos multicêntricos, incentiva a produção científica e educação permanente aos profissionais da área de saúde, alimenta um banco de dados com as patologias que a instituição atende. A pesquisa clínica muda paradigmas e a prática clínica possibilitando melhorias na saúde. São 20 estudos encerrados e sete em fase de  acompanhamento. “Além disso, 15 estão em fase de recrutamento e dois aguardam aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa. Também temos três que esperam aprovação do Conselho Nacional de Saúde e a Anvisa”,  disse a enfermeira e coordenadora da UNIPEC, Renée Amorim.
O provedor do Hospital, Luiz Fernando Góes Liévana, destacou o trabalho da Unidade de Pesquisa, que coloca a Instituição em evidência no Brasil. “Desenvolvemos estudos em diversas áreas, visando sempre contribuir na qualidade assistencial, incorporação de novas tecnologias e na promoção e acesso à medicina mais atual, com foco na segurança dos nossos pacientes. Acreditamos sempre que o que for feito na prática clínica hoje, melhorará a qualidade de vida dos pacientes”, finalizou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

5 × três =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password