Santa Casa recebe mais de 180 pacientes que sofreram queimaduras em 2014

Hospital está capacitado a prestar os primeiros socorros em vítimas que sofreram estes acidentes

A Santa Casa de Votuporanga recebeu até esta segunda-feira (17), 187 pacientes vítimas de queimaduras, desde atendimentos leves, que são tratados no próprio hospital, até os mais graves, que são transferidos para centros de referência.

Não há registros de óbitos na instituição, já que os pacientes graves são transferidos para unidades especializadas em queimaduras.

Nesta semana, o vereador Edilson Batista (PDT), fez um requerimento para a Santa Casa, na qual pediu ao provedor, Valmir Dornelas, que encaminhe dados sobre quantos atendimentos de queimaduras são realizados. O motivo do pedido é a vontade de tornar o hospital em um centro de referência nas lesões.

“Sempre há acidentes que deixam pessoas vítimas de queimaduras em nossa cidade, por isso gostaria que em Votuporanga houvesse um local especializado para tratar dessas pessoas. A princípio eu estaria conversando com alguns deputados para que intermediassem junto ao Estado a viabilização do pedido”, disse.

Apesar de existir a vontade de ampliar os serviços oferecidos no hospital, a instituição deixou claro que neste momento está focada no retorno do serviço de neurologia e neurocirurgia.

“A Santa Casa de Votuporanga não possui credenciamento para tratamento especializado em queimaduras, já que na região existe o Hospital Padre Albino, que é uma referência dentro do Estado para esse tipo de tratamento. Porém, estamos habilitados a prestar os primeiros socorros, estabilizar o paciente e providenciar o encaminhamento para um hospital especializado em queimaduras”, informou.

No caso de paciente SUS, essa transferência acontece via a Central de Vagas do Estado de São Paulo, que trabalha de forma integrada e na maioria dos casos são direcionados para os Hospitais em Catanduva, Bauru, Ribeirão Preto, Sorocaba, São Paulo e São José dos Campos.

O hospital ainda conta com a equipe de Urgência e Emergência capacitada para atender e acolher o paciente com queimadura para receber o primeiro atendimento e ainda tem um Grupo de Curativos, que também acompanha as ocorrências com queimaduras em baixa complexidade. Isabela Jardinetti/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password