Santa Casa inicia nova turma de residentes

São 14 alunos aprovados no programa nas áreas de Cirurgia Geral; Radiologia e Diagnóstico por Imagem; Clínica Médica e Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria.

A semana começou com boas-vindas para novos residentes médicos em parceria com a Unifev. São 14 alunos que, após conclusão da graduação em Medicina, foram aprovados no programa. Com a conquista da vaga, iniciam a jornada da especialização nas áreas de Cirurgia Geral; Radiologia e Diagnóstico por Imagem; Clínica Médica e Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria.

Uma integração foi realizada, proporcionando que os médicos conheçam a estrutura e o funcionamento do Complexo Santa Casa. Profissionais das áreas de RH médico, Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), Enfermagem, SESMT e Comissão de Residência Médica (COREME) estiveram presentes para transmitir orientações e acolher o grupo.

Dr. Luis Augusto Antunes Glover, responsável pela Residência Médica da Santa Casa e Unifev, recepcionou a turma. “Vocês são muito bem-vindos. O programa auxilia na dinâmica diária na Instituição, melhorando o relacionamento interpessoal entre residentes e alunos, vivenciando os programas de humanização e assim estreitando o relacionamento médico e paciente”, enfatizou.

Os residentes médicos participam de atividades teórico-práticas, reuniões semanais, discussões de casos clínicos em diversos setores e estágios no Hospital, sempre supervisionadas por preceptores das especialidades, buscando um aprofundamento científico e proficiência técnica decorrentes de treinamento em serviço.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, ressaltou os benefícios da Residência Médica dentro do Hospital. “Reforça os laços acadêmicos da Instituição. Além disso, como estudante em aprendizado, o residente requer bastante informação e, automaticamente, o corpo clínico vai renovar seus conhecimentos neste contato”, enfatizou.

Ele destacou ainda o investimento na assistência, tecnologia, os esforços de toda a Diretoria com o compromisso do Hospital na formação dos novos médicos, elevando a qualidade assistencial e o bem-estar dos pacientes.

Luana Mirelli Ferreira de Araújo é a nova residente em Cirurgia Geral. Ela se formou em Alfenas (MG) e escolheu Votuporanga para concluir sua especialidade. “Passei também no meu Estado, mas queria muito uma Instituição em São Paulo. Vim conhecer a cidade, a estrutura e fiquei encantada. Foi o que motivou a vir para cá”, afirmou.

O programa

Regulamentadas pelo Decreto nº 80281 de 05/09/1977, as Residências Médicas são atualmente regidas pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), em nível nacional, pelas Comissões Estaduais (CEREM), no âmbito estadual, e pelas Comissões de Residência Médica (Coreme), nas instituições.

Na Santa Casa, além do controle geral do ensino, a Coreme tem a função de estimular o crescimento dos residentes e dos preceptores, médicos abnegados que têm despendido parte de seu tempo no Hospital para transmitir os conhecimentos técnicos e as atitudes éticas no exercício da profissão.

No caso do residente, sua função é adquirir conhecimentos práticos e teóricos e habilidades em determinada área. Ao mesmo tempo, ele desenvolve um importante papel de “provocador” do corpo clínico e da Instituição, uma vez que exige um desempenho cada vez melhor de toda a equipe para responder sua demanda em busca de melhores resultados e conhecimento.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password