SAMU ensina primeiros-socorros a alunos da rede municipal

Projeto Samuzinho está orientando mais de 700 alunos de escolas públicas do ensino fundamental com noções básicas de suporte à vida

Crianças estão aprendendo na prática sobre como salvar vidas. Isso porque um projeto inovador está levando para as escolas da rede municipal de Votuporanga as lições de primeiros socorros. Chamado de Samuzinho, as orientações são ministradas pelas equipes do Samu -192 (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) com apoio da Prefeitura de Votuporanga por meio das Secretarias da Saúde e da Educação.

A proposta é orientar, inicialmente, mais de 700 alunos dos 5º anos para agir corretamente em situações de urgência e emergência, sejam elas em ambiente escolar ou experimentadas no dia a dia, e também quando devem acionar o número de emergência 192.

Nesta sexta-feira (16/3), o projeto ministrará palestras para os alunos dos 5º anos de duas escolas da zona Norte da cidade, nos períodos da manhã e da tarde; CEM “Prof. Valdir Gonçalves de Lima” e “Profª Maria Martins e Lourenço”. Na próxima semana o “Samuzinho” segue para os CEM “Prof. Faustino Pedroso”, “Profª Irma Pansani”, “Profª Neyde Tonanni Marão” e “Dep. Narciso Pieroni”.

O enfermeiro do Samu, George Yunis é também um dos idealizadores do projeto em Votuporanga e detalha que nas palestras os alunos sanam dúvidas, recebem noções fundamentais de primeiros socorros e suporte básico da vida. “Durante as nossas palestras são realizadas instruções práticas e teóricas, simulando situações que podem ser vivenciadas pelas crianças como por exemplo, episódios que envolvam queimaduras, hemorragias, afogamentos, e paradas cardiorrespiratórias, obstruções de vias aéreas por corpo estranho, entre outros acidentes.

Além do trabalho de orientar diretamente aos alunos, assim como os professores e funcionários; a equipe tem o intuito de impactar as crianças no sentido de torná-las multiplicadoras das noções de suporte à vida assimiladas durante o treinamento, principalmente até a chegada da ajuda profissional especializada. “Nosso objetivo vai além de atingir apenas os alunos dessas escolas. De algum modo, as informações que transmitimos nesse tipo de abordagem, dentro da sala de aula, acabam sendo propagadas aos pais, amigos próximos. Conhecer algumas manobras e saber o que deve ser feito diante de casos de urgência, podem ser fatores decisivos”, esclarece Yunis.

Até agora, o Projeto Samuzinho já percorreu as escolas CEM “Profª “Anita Liévana Camargo”, “Profª Maria Izabel Martins de Oliveira (Mimo), “Prof. Geyner Rodrigues” e “Prof. Orozimbo Furtado Filho” (Simonsen).

Posteriormente, o projeto pretende atender aos alunos das escolas da rede privada de ensino.

 

Treinamento

Durante o treinamento os alunos aprendem na prática, o que fazer por exemplo, em casos de traumas e em outras situações urgência e emergência, até que a equipe do Samu chegue ao local do acidente, ou até que as devidas orientações sejam repassadas pelos médicos que se encontram na Central de Regulação, através do número 192.

 

Projeto Samuzinho 

O projeto Samuzinho foi criado pelo Governo do Distrito Federal em 2007 e vem sendo disseminado por municípios de todo país. Tem como objetivo informar às crianças de escolas públicas e privadas a respeito das funções e da importância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) à sociedade, orientar como agir em situações de risco e quando acionar o número de emergência 192. E com essa conscientização, reduzir o número de ligações indevidas (trotes), que é uma das principais dificuldades do serviço.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password