Saiba como funciona o atendimento do Samu

O Samu é o cérebro de distribuição do atendimento na cidade. Ele inclui o paciente dentro da rede pública ou no hospital onde a pessoa desejar ir. O Serviço depende das informações fornecidas por telefone para prestar um socorro rápido, por isso, é preciso manter a calma e explicar o que está acontecendo.

 

As unidades públicas de Votuporanga que recebem as pessoas atendidas são o Mini-hospital do Pozzobon, atendimento primário; UPA (Unidade de Pronto Atendimento), secundário e terciário; e Santa Casa, terciário.
A equipe do Samu é composta por dois médicos plantonistas, sendo um regulador (autoridade sanitária, que define para onde levar o paciente) e um intervencionista (aquele que vai na viatura), submetido ao regulador; dois TARM (Técnico Auxiliar de Regulação Médica), que faz o primeiro contato por telefone; e um operador de rádio.
Quando ligar no telefone do Samu, o 192, é preciso passar algumas informações fundamentais para o atendimento:
A pessoa precisa se identificar (nome e idade);
Informar onde está a vítima, com número, bairro e um ponto de referência;
Caso haja mais de uma pessoa perto da vítima, é indicado que uma delas fique na frente da casa, à espera do Samu;
Não adianta desesperar, por- que sem a localização não tem como o Samu chegar.
Depois de receber todas as informações, o TARM passa o telefone para o médico regulador, que solicita algumas informações do estado da vítima, a pessoa que estiver ao telefone deve ficar, de preferência, ao lado do socorrido. Assim o médico decide qual veículo enviar, já que o Samu conta com as viaturas USB (Unidade de Suporte Básico), com técnico e socorrista, e a USA (Unidade de Suporte Avançado), com socorrista, médico e enfermeiro. Além disso, a Prefeitura disponibilizou para o Samu mais uma viatura, conhecida como branquinha, para casos de nível 4, que são aqueles em que a gravidade é praticamente zero.
Com o Samu 192, o governo federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O Serviço realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito após chamada gratuita, para o telefone 192.
A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password