Saev Ambiental divulga balanço de coleta de resíduos sólidos no município em 2015

A Saev Ambiental trabalha durante todo ano com campanhas de conscientização e incentiva a população a reciclar o lixo. A autarquia fechou o ano com um balanço positivo superior aos outros anos, quando o assunto é reciclar. Em 2015 a quantidade de material arrecadado pelas campanhas foi 63% maior que em 2014.

Coleta de lixo domiciliar (orgânico)

A Saev Ambiental acompanha e fiscaliza a coleta de lixo domiciliar e a varrição das vias públicas diariamente. A autarquia, por meio do departamento de meio ambiente tem notado que a população tem colaborado cada vez mais com a coleta. Em 2015 a quantidade de lixo domiciliar arrecadado em Votuporanga foi 4% maior que em 2014 enquanto no Brasil o aumento foi de 3,20%, segundo a ABRELPE – Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, ou seja, Votuporanga está acima da média nacional em geração e coleta de resíduos sólidos urbanos.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Votuporanga em 2015 teve a população estimada em 91.278 habitantes. De acordo com a Saev Ambiental, foram arrecadadas, aproximadamente, 29.500 toneladas de lixo comum das residências da cidade no ano passado. Para se ter uma ideia, um votuporanguense produz por dia cerca de 900 (novecentos) gramas de lixo orgânico. No mês, a quantidade aproximada é de 328,5 kg/habitante.

A coleta de resíduos orgânicos é feita em toda a cidade e o lixo é levado ao aterro sanitário de Meridiano-SP. E é importante que a população se atente aos materiais que são descartados. Esta coleta é voltada para resíduos orgânicos (não recicláveis), e os materiais devem estar em sacos de lixo de até 100 (cem) litros, e é preciso ficar atento ao peso e característica do material. Para evitar acidentes é necessário que os munícipes condicionem corretamente materiais que possam machucar os coletores, como o vidro (que preferencialmente deve ser colocado no lixo reciclável), materiais pontiagudos, como espeto de churrasco. Entulhos, restos de materiais de construções, resíduos industriais, lâmpadas fluorescentes, entre outros, não são coletados por este serviço.

Coleta seletiva

O ato de reciclar tem se tornado comum entre os cidadãos, principalmente no último ano, e também uma obrigação ao Poder Público Municipal previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal 12.305/2010). Em 2015, a Saev Ambiental por meio da coleta seletiva tirou do lixo comum e das ruas de Votuporanga cerca de 940 toneladas de materiais recicláveis, 59% a mais que em 2014, quando foram coletadas 592 toneladas.

Atualmente, a autarquia investe em campanhas de conscientização durante o ano todo.  Há na cidade 16 Pontos de Entrega Voluntária nas principais praças e locais públicos, onde o próprio munícipe pode fazer o descarte de matérias recicláveis como o papel, papelão, vidro, metal, plástico, além das unidades do Ecotudo.

Para incentivar ainda mais a população na hora da coleta seletiva, em 2015 a autarquia instalou na cidade cerca de 200 lixeiras. Com o objetivo de contribuir com o meio ambiente e incentivar a reciclagem, as lixeiras são para descarte de lixo orgânico (não-reciclável) e reciclável de pequeno porte em praças, áreas de lazer e reservas ecológicas.

A Saev Ambiental realiza a coleta seletiva em todos os bairros de Votuporanga e também no distrito de Simonsen e Vila Carvalho uma vez por semana. Vidro, isopor, óleo de cozinha, metal, garrafa pet, papel, papelão e eletroeletrônicos. Todos esses materiais podem ser separados para a coleta.

O calendário está disponível no site: www.saev.com.br e mais informações sobre a coleta seletiva, coleta de lixo doméstico e as campanhas que a Saev Ambiental desenvolve podem ser obtidas pelo telefone 3405 9191.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password