Roubo de caminhonete, tiros, atropelamento, perseguição e prisão de dois assaltantes na noite em Votuporanga

Uma perseguição cinematográfica resultou na prisão de dois elementos na noite desta terça-feira, em Votuporanga. A história envolve três elementos, tiros, perseguição, atropelamento e acidente, tudo isso pelas ruas da cidade.

Por volta das 19 horas, desta terça-feira, uma mulher foi rendida por um assaltante armado com um revólver que a obrigou a entregar as chaves do seu veículo, uma caminhonete Hilux. A mulher havia deixado sua filha menor de idade na residência de uma professora, próximo as ruas Tocantins e Rui Barbosa, quando foi abordada por um homem de estatura baixa e moreno, que anunciou o roubo. Sob a ameaça de um revólver, a mulher foi obrigada a entregar as chaves do veículo e o ladrão fugiu tomando rumo à rua São Paulo.

Neste momento, a vítima acionou o 190 da Polícia Militar e viaturas saíram ao encalço do indivíduo, quando no cruzamento das ruas São Paulo e Tocantins, a viatura da Força Tática avistou o veículo roubado, iniciando uma perseguição implacável.

As demais viaturas deram cobertura na ação e o ladrão conduzindo a caminhonete pegou a rua Itacolomi, sentido avenida Da Saudade, na fuga atropelou um senhor de 63 anos de idade, ao lado da Santa Casa de Misericórdia, atingiu um veículo Corsa de cor branca e, mesmo assim, continuou fugindo, sentido a avenida República do Líbano.

Ao se aproximar do cruzamento com a avenida Coacavo, o ladrão perdeu o controle da direção, bateu em uma cerca de arame farpado e capotou o veículo em um terreno baldio às margens da avenida República do Líbano.

Mesmo ferido, o ladrão conseguiu fugir do local se embrenhando em uma mata nas proximidades. Os policiais da Força Tática então iniciaram as buscas à pé e viram o indivíduo se desfazer de peças de roupas do corpo para despistar a polícia.

Neste momento, as demais viaturas iniciaram um cerco na mata para tentar prender o ladrão. Com informações de que outros elementos davam cobertura a ação criminosa, policiais militares, com o apoio dos patrulheiros ambientais e da Polícia Civil iniciaram buscas aos outros comparsas. Na fuga do ladrão, ele perdeu o seu celular o que possibilitou identificar os comparsas. Um PM se fez passar pelo ladrão e pediu a ajuda dos comparsas dizendo que o roubo deu errado e marcou um local em um loteamento às margens do Grêmio da Polícia Militar para ser resgatado pelos comparsas. Com a “armadilha” pronta os dois elementos foram até o local indicado, mas deram de “cara” com os policiais que deram voz de prisão.

Após serem presos, os dois outros indivíduos confessaram que davam cobertura para o roubo do ladrão que conseguiu fugir. Na delegacia a vítima teria reconhecido o veículo utilizado para a cobertura do crime, um Polo de cor preta com placas de Campinas.

No plantão policial os dois elementos foram identificados como sendo Rafael – morador do bairro Jardim Alvorada, de Votuporanga e o outro indivíduo Edmar Miguel, de Campinas, que tem passagem por roubo de carros.

Neste momento, os dois indivíduos prestam depoimento ao delegado de plantão Gilberto de Jesus Marcelino de Freitas, que deverá autuá-los por roubo a mão armada. O carro usado no crime está sendo periciado pelo Instituto de Criminalística de Votuporanga, já a caminhonete foi guinchado a um pátio da cidade.

votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password