Ronda nocauteia Bethe em 34 segundos no Rio de Janeiro

BRASIL – Ronda Rousey conquistou o Brasil. A prova definitiva de que a americana também é uma estrela na terra de uma das torcidas mais passionais do mundo do MMA aconteceu na madrugada deste domingo (2), no Rio de Janeiro, após nocautear Bethe Correira em apenas 34 segundos na luta principal do UFC 190.

Após muita troca de provocações com a paraibana, Ronda entrou na arena com a torcida contra, mas conquistou a todos com mais uma vitória incontestável e fulminante, fazendo com que a torcida trocasse de lado e gritasse seu nome ao final do combate.

“Eu quis bater nela um pouquinho para que ela viesse para o clinch, mas vocês viram o que aconteceu. Espero que ninguém mais fale de família antes das minhas lutas. Eu amo vocês. Muito obrigado por tudo o que vocês fizeram”, disse a campeã ainda dentro do octógono para delírio dos presentes.

A luta

Bethe entrou no octógono ao som de Beijinho no ombro, de Valeska Popozuda. Já Ronda, que teve a maior parte da torcida ao seu lado durante a semana, não viu o mesmo acontecer na hora da luta. Os gritos de “uh, vai morrer” se fizeram presente e a maioria dos fãs que lotaram a HSBC Arena ficou do lado da brasileira, mas foi em vão.

Durou apenas 34 segundos o sonho brasileira. Aceitando a trocação da paraibana, Ronda revezou golpes com Bethe, mas provou que é uma atleta bastante à frente de qualquer outra na categoria dos galos. Foi a sexta defesa de cinturão da lutadora que cada vez mais se consolida como a melhor do mundo na atualidade.

CARD PRINCIPAL

Ronda Rousey venceu Bethe Correia por nocaute no primeiro round;

Mauricio Shogun vs Rogério Minotouro

Fernando Açougueiro venceu Glaico França por finalização (mata-leão) no terceiro round e se tornou campeão peso-leve do TUF Brasil 4;

Reginaldo Vieira venceu Dileno Lopes por decisão unânime dos juízes e se tornou campeão peso-galo do TUF Brasil 4;

Stefan Struve venceu Rodrigo Minotauro por decisão unânime dos juízes;

Antônio Pezão venceu Soa Palelei por nocaute no segundo round;

Cláudia Gadelha venceu Jessica Aguilar por decisão unânime dos juízes.

CARD PRELIMINAR

Demian Maia venceu Neil Magny por finalização (mata-leão) no segundo round;

Patrick Cummins venceu Rafael Feijão por nocaute no terceiro round;

Warlley Alves venceu Nordine Taleb por finalização (guilhotina) no segundo round;

Iuri Marajó venceu Leandro Issa por decisão unânime dos juízes;

Vitor Miranda venceu Clint Hester por nocaute no segundo round;

Guido Cannetti venceu Hugo Wolverine por decisão unânime.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password