Retomado serviço em erosão da rodovia Euclides da Cunha

O trecho problema da duplicação da rodovia Euclides da Cunha, SP-320, foi retomado pela empresa responsável pela obra no lote que abriga Votuporanga.

 

O serviço no local precisou ser paralisado porque a desapropriação de propriedades na proximidade foi discutida judicialmente.

 

A intenção da Secretaria Estadual de Logística e Transportes é finalizar o trabalho até o mês de abril.

Abril também é o mês em que todas as intervenções na Euclides da Cunha devem ser concluídas. Este trecho de Votuporanga será finalizado junto com todos os outros que atrasaram.

Com a conclusão do serviço, quem se responsabilizará pela manutenção e conservação da pista será o DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

 

 

Preocupação

A paralisação da obra no local por alguns meses preocupou moradores, especialmente a dona de uma construção nas proximidades, já que o buraco ficou tão grande que estava se aproximando de sua propriedade. Regina Maria Morini Romera diz que vai ficar tranquila mesmo somente quando toda a duplicação ficar pronta naquele trecho da rodovia.

 

“A erosão continua bem perto da minha obra, por isso, ainda me preocupo muito. Voltaram a trabalhar no local, mas estão fazendo primeiro a parte que fica mais distante do meu prédio. Ainda bem que este problema, até o momento, não prejudicou o meu estabelecimento”, disse Regina.

 

Outra preocupação de Regina é com a comercialização do prédio que está construindo. “Fiz o local para alugar, está quase pronto. Todo mundo que vai lá ver, gosta, mas tem medo de fazer o contrato por causa deste problema”, falou.

 

Divino Salustiano, construtor da obra de Regina, disse que o prédio poderia ser construído mais a frente, mas recuaram 15 metros para evitar a proximidade com a erosão.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password