Ladrões furtam residência e veículo em Votuporanga

Furto de carro
Na madrugada de sábado, 12 de abril, um mecânico deixou seu veículo em frente à sua oficina, e foi para a casa. Tempo depois, recebeu uma ligação de seu irmão, que informava que seu veículo havia sido roubado. A vítima, M.M.R., procurou o plantão para fazer o boletim de ocorrência, tendo o caso, a apreciação do delegado titular.

 

Furto à residência

Mais dois furtos à residência foram registrados em Votuporanga nesse final de semana. Na sexta-feira, 11 de abril, no bairro São João, I.A.B., de 32 anos, ao chegar em sua residência, notou que a bicicleta de sua filha e alguns de seus pertences haviam sido subtraídos. O lugar, que não apresentava sinais de arrombamento, teria ficado sozinho o dia todo, já que a vítima do furto estaria passando mal e teria se dirigido ao UPA local.
O outro aconteceu no domingo, 13 de abril, na madrugada, uma moradora do bairro Colinas, ao chegar em sua casa percebeu o arrombamento em uma das portas e ao checar o interior da mesma, dando por falta de alguns eletrônicos. A vendedora, de 29 anos, procurou o plantão e registrou queixa.
Tentativa de homicídio

Um homem foi baleado nas nádegas, em Votuporanga. A tentativa de homicídio foi no bairro Pró-Povo. O motivo do crime seria um desentendimento entre o suspeito e a vítima.
De acordo com informações, a vítima tentou seduzir uma mulher, que chegou em casa contando ao seu marido e filho de 15 anos. Ambos quiseram toirar satisfação e, segundo a vítima, o autor do disparo tentou a atropelar com um veículo Ranger, e em seguida efetuou os disparos. Foram dois disparos, o primeiro no interior da residência, que não chegou a acertar a vítima, e o segundo na rua, que acertou a nádega da vítima.
A PM capturou o filho da mulher, um dos envolvidos na tentativa de homicídio, que assumiu a autoria do crime e afirmou ter jogado a arma na represa da Saev.
Mas segundo a vítima, quem atirou em sua nádega foi o marido da mulher, e o jovem está assumindo a culpa por ser menor.
Pesca

A Polícia Ambiental de São José do Rio Preto iniciou na madrugada de ontem, uma operação na bacia do Rio Grande. Segundo informações da polícia, essa fiscalização tem o objetivo de combater a pesca predatória irregular, durante a Semana Santa.
Todo o efetivo da polícia está no Rio Grande e também fiscalizando as peixarias nas cidades da região.
O Corpo de Bombeiro também alertou à população sobre o cuidado ao navegar pelo rio, principalmente nesta época em que o nível da água está baixo, o que pode ocasionar acidentes Diario de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password