Reitor esclarece mudanças no calendário letivo da Unifev

Alterações planejadas para o ano de 2014 fazem parte de um processo de modernização, que visa a otimizar os períodos de aulas e provas na Instituição

O Reitor da Unifev, Prof. Dr. Rogério Rocha Matarucco, usou as redes sociais, na tarde de hoje, para tranquilizar os alunos a respeito de algumas mudanças no calendário letivo de 2014, recém-aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Instituição, o Consepe.

O esclarecimento fez-se necessário, em razão de uma manifestação realizada por alguns estudantes, que se posicionaram contrariamente às alterações.

Por meio de um videocast, divulgado nos perfis oficiais da Unifev no youtube, twitter e facebook, Matarucco esclareceu o motivo das mudanças e como elas serão implantadas.

De acordo com o reitor, as alterações no calendário letivo da Instituição, válidas somente para o próximo ano, fazem parte de um processo de reformulação didática que visa a otimização das aulas e das provas do Centro Universitário de Votuporanga.

“Houve um ruído na informação, que levou os alunos a pensarem que nós estaríamos mudando a forma como as provas são aplicadas, às vésperas das avaliações deste bimestre. A proposta aprovada por representantes da diretoria, reitoria, coordenadores, docentes e discentes, via Consepe, é referente ao ano letivo seguinte”, ressaltou.

Dentre as alterações citadas, está a transformação do “período de provas” em “semana de provas”. Segundo Matarucco, a decisão foi tomada em consideração a diversas solicitações dos próprios alunos representantes de turmas, que, em uma recente reunião com os gestores da Unifev, demonstraram o descontentamento com o não-aproveitamento total do calendário letivo.

Além de aproveitar melhor o tempo, a mudança visa a compatibilizar o processo de avaliação na Unifev com as exigências do mercado.

Uma Instituição comprometida com a qualidade deve preparar seus egressos de modo realista para os desafios. Hoje, os processos seletivos para ingresso em concursos públicos e nas carreiras prestigiadas no cenário privado exigem um conhecimento contextualizado, pertinente e, acima de tudo, multidisciplinar.

O modelo tradicional fragmentado (uma prova para cada disciplina) já foi superado há algum tempo (desde 1980).

“O fato de reduzirmos o período de provas para uma semana não significa que os alunos terão duas ou mais avaliações todos os dias. Ao propormos essa mudança, para melhor aproveitarmos o calendário letivo, que já é apertado, também levamos em consideração a adoção de um novo modelo de avaliação. Nosso objetivo é envolver as disciplinas, para que as provas estejam no padrão daquelas que os universitários vão se deparar no mercado, após a graduação”, pontuou.

O reitor ainda enfatizou que o objetivo da Instituição é qualificar o aluno e não prejudicá-lo “as decisões sempre são tomadas em busca de melhorar a qualidade do ensino que oferecemos àqueles que são a razão de todo o nosso trabalho: os estudantes”, finalizou.

Para assistir ao videcast na íntegra e obter mais detalhes sobre o assunto acesse: https://www.facebook.com/UnifevVotuporanga.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password