Registrada sétima morte por H1N1 na região

Foi confirmada nesta segunda-feira (dia 22) a sétima morte em decorrência da gripe suína na região. A vítima, o aposentado Pedro Natalino da Silva, 62 anos, morava na área rural de Mendonça e morreu no último dia 8, mas a confirmação foi feita nesta semana pela prefeitura daquela cidade.

O aposentado estava internado na Santa Casa de José Bonifácio e, em decorrência de complicações no quadro clínico, Silva foi transferido para o Hospital de Base de Rio Preto, onde morreu.

Na semana passada, foram outras três confirmações de morte causa pela gripe suína. Maria do Carmo Lisboa, de 59 anos, moradora de General Salgado morreu no último sábado (dia 13), mas laudos médicos só confirmaram a doença na quinta-feira (dia 18).

No dia 16, o comerciante José Antônio Andiatti, de 48 anos, que estava internado na UTI do Hospital Beneficência Portuguesa morreu depois de dez dias internado. Um dia antes, o aposentado Orides Dias do Amaral, 54 anos, morador de Mirassol, morreu no Hospital de Base em decorrência de complicação causada pelo vírus H1N1

As outras mortes registradas na região aconteceram no mês de janeiro em Catanduva. Rosinalva Lima Zanella, de 38 anos, moradora de Tabapuã, estava internada desde o dia 1º de janeiro e morreu no dia 14 do mesmo mês no Hospital Padre Albino, em Catanduva. A segunda vítima, Jéssica Aparecida Mambelli, 21 anos, moradora de Santa Adélia, morreu depois de permanecer cinco dias internada no Hospital São Domingos.

O autônomo Thomas Francisco dos Santos, 32 anos, morador de Mirassol, ficou internado no Hospital de Base (HB) por duas semanas e morreu no começo de fevereiro.

Gazeta de Rio Preto

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password